in

Robert Parker pontua com excelência dois vinhos da Quinta do Portal

A Quinta do Portal volta a ver reconhecidos os seus vinhos com mais duas pontuações de relevo atribuídas por Robert Parker, um dos críticos mais conceituados a nível mundial.

Em Hong Kong, a Wine Advocate, revista norte-americana da especialidade, que tem em Robert Parker uma referência, realizou o Matter of Taste onde o Portal Grande Reserva Tinto 2011 e o Auru 2011 alcançaram 94 pontos numa bitola máxima de 100, o que atesta a qualidade destes dois vinhos do produtor do Douro, que já tinha visto estas mesmas referências premiadas noutros certames nacionais e internacionais.

O Quinta do Portal Grande Reserva Tinto 2011 já este ano tinha vencido o prémio de “Melhor vinho do ano” no concurso Vinhos de Portugal.  Nessa altura, tal distinção saiu também de um veredicto dado por nomes como Jancis Robinson ou Julia Harding.

O “know-how” da equipa de enologia da Quinta do Portal na produção de Grandes Reservas data já de 1996 e a empresa só avança para o seu engarrafamento em anos de colheitas excecionais, o que permite que o vinho evolua em garrafa por muitos anos.

Os vinhos com a chancela Auru são o topo de gama da Quinta do Portal e resultam de uvas das melhores vinhas das propriedades da empresa. Estagiam 14 meses em barricas de carvalho francês e têm um aspeto retinto e denso, sendo vinhos que evoluem muito bem em garrafa e muito apreciados por colecionadores.

Sediada em Celeirós do Douro,  em Sabrosa, a Quinta do Portal dedica-se ao conceito “boutique winery” e, até há pouco tempo, especialmente à produção de vinhos DOC Douro, vinhos do Porto de categorias especiais e moscatéis. Conta ainda com uma vertente enoturística assente em duas unidades de turismo rural, num armazém de envelhecimento de vinhos desenhado pelo arquiteto Siza Vieira e um restaurante que têm merecido vários prémios.

Publicidade

Cushman & Wakefield analisa impacto da presidência do Donald Trump no imobiliário

Concentra comemora 50.º aniversário