in

Quinta do Côtto Vinha do Dote já disponível no mercado

Depois de uma intensiva reformulação em 2018, a casa Montez Champalimaud consolida no mercado a histórica marca Quinta do Côtto.

Sob a batuta da dupla Miguel Montez Champalimaud, na gestão, e Lourenço Charters, na enologia, chega agora às prateleiras a segunda edição do Quinta do Côtto Vinha do Dote, um vinho que recorda e celebra a história de uma família e a sua dedicação secular ao Douro.

Fazendo da beleza do terroir a sua identidade, o Quinta do Côtto Vinha do Dote 2016 é proveniente de uma vinha velha localizada fora do perímetro principal da Quinta do Côtto. Esquecida durante anos, foi redescoberta em 2015 por Miguel e Lourenço que, desde então, se dedicam à regeneração de um “field blend” com mais de 20 castas com cerca de 90 anos.

Antes de se estrear no mercado, o Quinta do Côtto Vinha do Dote 2016 passou por um estágio de 12 meses em barricas usadas de carvalho francês e português e um repouso de dois anos em garrafa. O resultado é um vinho de cor rubi intenso, com nariz reservado e profundo. O conjunto revela especiarias, pimenta preta, café, fruta madura e amora com algumas notas vegetais a equilibrar. Na boca apresenta bom volume, com frutos silvestres muito presentes e expressivos.

O rótulo conta a história de como esta vinha chegou à família, por via de um dote de Rosa Carolina Pinto Barreiros aquando do seu casamento com António Montez Champalimaud, em 1865. A “avó” Rosa viria a fundar, oficialmente, em 1922, a empresa Montez Champalimaud Limitada. Em sua homenagem, esta vinha velha foi cuidadosamente recuperada e batizada, simbolicamente, como Vinha do Dote.

Publicidade

Publicidade

Coviran finaliza o ano com quatro novos supermercados em Portugal

Fumeiro da Gardunha lança Lombo de Porco Assado