in

Quinta da Biaia junta-se à Vinalda

A Quinta da Biaia, situada entre as encostas de Castelo Rodrigo, a Serra da Marofa e o rio Douro, na Beira Interior, vem reforçar o portfólio daquela região vitivinícola da Vinalda.

A Quinta da Biaia remonta ao século XVII e inclui várias propriedades que totalizam 100 hectares, com cerca de 30 hectares de vinhas de altitude (750 metros), plantadas há várias décadas e que reúnem as castas características desta região (Síria, Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca). Os vinhos são provenientes de três parcelas com características próprias: vinha da Alvandeira, em terrenos argilo-limosos; vinha dos Castros, de transição de granito e xisto; e vinha das Lameiras de granito.

A empresa tem hoje três acionistas: duas famílias (Flor e Lopes Ferro), ligadas por uma longa amizade e detentoras da união das propriedades constituintes da Biaia, com uma tradição familiar de viticultura desde há gerações, e o enólogo Luís Leocádio, com quem comungam valores e visão. “Somos da região e queremos preservar o seu solo e a sua biodiversidade. A produção biológica foi uma prática desde sempre na vinha e a certificação biológica desde o nosso primeiro vinho (2014). Porque acreditamos que a produção biológica maximiza a conservação dos solos, ao melhorar a sua fertilidade a longo prazo e por os usar de forma menos intensiva”, afirma Ricardo Lopes Ferro, gestor do projeto. “A parceria com a Vinalda resulta da comunhão da paixão pelos vinhos com forte personalidade, pelo gosto de partilhar do que mais nos orgulhamos e pela visão alinhada de como estar no mercado”, sublinha o responsável.

Por seu lado, José Espírito Santo, diretor geral da Vinalda, refere que “o segmento dos vinhos biológicos está em crescimento”, salientando que “a Quinta da Biaia é uma referência nesta região, que tem enorme potencial”.

Publicidade

Publicidade

Mars lança plano de ação para combater alterações climáticas

Mercadona abre primeiro supermercado no distrito de Braga