Projeto do Lidl recolhe 88 mil unidades de plástico em 14 praias

O projeto TransforMAR, que passou por 14 praias portuguesas, com o objetivo de sensibilizar os veraneantes para a importância de uma boa conduta ambiental em praia e para os princípios da economia circular, através da recuperação, reutilização, reciclagem e redução do desperdício de materiais plásticos, recolheu 88 mil unidades de plástico. Este resultado corresponde a cerca de 1,5 toneladas de material plástico e a quase 6.300 unidades recolhidas em cada praia.

Com uma forte aposta relativa à redução e reutilização de plástico, conforme anunciado em março deste ano, mediante o compromisso de redução de 20% de plásticos até 2025, o Lidl Portugal juntou-se à Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), Amb3E – Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos, Quercus e Agência Portuguesa do Ambiente (APA), com o propósito de desafiar os veraneantes a darem um destino adequado aos seus materiais e resíduos plásticos, produzidos enquanto usufruíam do seu tempo em praia. 

O Lidl Portugal abre candidaturas às câmaras municipais que queiram receber o TransforMAR durante o verão de 2019. As candidaturas estarão abertas até 31 de dezembro, através do e-mail inscricoes@lidl.pt. Todos os candidatos serão contactados de forma a garantir que os requisitos necessários e regulamento, que podem ser consultados no site www.lidl.pt, irão ser cumpridos. Está assim garantida a continuidade deste projeto em prol do respeito e sensibilização ambiental.

A Amb3E, enquanto parceira, assegurou o correto tratamento dos resíduos de plásticos, que serão agora transformados em aparelhos de circuito de atividade física. Estes serão entregues a cada uma das 14 praias onde decorreu esta iniciativa. A escolha do novo destino atribuído ao plástico tem como principal objetivo aliar estilos de vida saudáveis a escolhas responsáveis. “Estamos muito satisfeitos com o resultado deste projeto. Este está totalmente alinhado com a nossa estratégia de escolhas responsáveis. Apostamos na promoção de processos que resultem na correta gestão dos resíduos e na promoção da economia circular, tendo a empresa já assumido o compromisso de reduzir o consumo de plástico em 20% até 2025 e anunciado o descontinuar dos artigos de plástico descartável do sortido, a partir de agosto deste ano”, afirma Vanessa Romeu, diretora de Comunicação Corporativa do Lidl.

Paralelamente à ação em praia, no âmbito do TransforMAR, a ABAE levou a cabo uma campanha de monitorização do lixo marinho em sete praias onde o projeto esteve instalado, com base nos objetivos da Convenção OSPAR (Convenção para a Proteção do Meio Marinho do Atlântico Nordeste). Esta recolha teve como resultado a identificação de cinco principais resíduos: cotonetes, fragmentos de esferovite, cabos, cordas e cordel, fragmentos de plástico e beatas de cigarros (que pela sua decomposição são consideradas plástico). Estes resultados vão ao encontro das conclusões da campanha “Suspeitos do Costume”, também promovida pela ABAE, onde são identificadas as grandes ameaças da vida marinha: 75% dos materiais identificados nas praias à escala mundial são plásticos, cerca de sete mil beatas por minuto transformam-se em microplásticos contaminados de químicos venenosos e potencialmente letais e 640 mil toneladas de redes e cordas são perdidas no mar.

Publicidade

Amazon estreia novo conceito de loja física

Grupo Bimbo une-se à RE100 e compromete-se a ser 100% renovável até 2025