in , ,

Produtos biológicos ultrapassam barreira dos 95 mil milhões de dólares a nível mundial

Foto Shutterstock

A tomada de consciência ambiental, a necessidade de transparência ou as intolerâncias alimentares são alguns dos fatores que explicam a crescente popularidade dos produtos biológicos.

De acordo com as estimativas apresentadas pelo IFOAM – Organics International, instituto dedicado ao estudo da agricultura biológica, em 2016, o mercado europeu progrediu 11,4%, para os 33,5 mil milhões de euros, enquanto que o mercado mundial atingiu os 80 mil milhões de euros. A América do Norte, com 38,9 mil milhões de euros, é o principal mercado, seguido da Europa, com a Alemanha na dianteira (9,5 mil milhões de euros), assim como a França (6,7 mil milhões de euros).

O maior crescimento foi registado na Irlanda (21,8%), com a Dinamarca a posicionar-se novamente como o país onde os produtos bio têm as maiores quotas de mercado (9,7%).

As estatísticas mais recentes, apresentadas na última edição da BioFach, e que se referem ao ano de 2017, confirmam a tendência positiva. “Trata-se de uma tendência mundial. De acordo com as primeiras estimativas, o mercado mundial terá ultrapassado os 95 mil milhões de dólares”, indica Amarjit Saharia, da Ecovia Intelligence. “Observamos um forte crescimento na América do Norte e na Europa, assim como no mercado asiático”.

Publicidade

Publicidade

Ponte Vertical traz marca GÜDO para Portugal

Starbucks investe nas startups