in

Procura imobiliária nacional ronda os 3 milhões de euros

Com o aumento do turismo e do interesse empresarial em Portugal nos últimos anos, o sector imobiliário de luxo tem também visto crescer o número de investidores, portugueses e estrangeiros. Segundo os dados do portal da Luxury Estate em 2017, e no primeiro semestre de 2018, a procura média para este sector de mercado no país fixou nos 2,7 milhões de euros.

Dentro do período de tempo analisado, o português foi quem mais procurou imobiliário de luxo em Portugal, estando disponível a gastar, em média, um milhão e 700 mil euros, seguidos pelos brasileiros, onde o capital disponível de investimento já sobe para um milhão e 850 mil euros. Ainda no pódio encontram-se os franceses, com um capital disponível bastante parecido ao capital nacional, fixado numa média de um milhão e 750 mil euros. Em quarto e quinto lugar, encontram-se os espanhóis e os italianos, com valores disponíveis de investimento de um milhão e 400 mil euros e um milhão e 350 mil euros, respetivamente.

A região nacional onde a procura é mais alta, com um valor de destaque comparativamente às restantes zonas do país, é o Algarve, com um capital médio disponível de quatro  milhões e 700 mil euros. Lisboa-Cascais é a segunda região mais procurada, com um valor de procura fixado nos dois milhões e 900 mil euros. O Porto detém o bronze, com um valor médio de um milhão e 100 mil euros, significativamente inferior às duas zonas mais procuradas.

Bienvenue, Bem-vindo e Welcome: assim se prenunciam, por ordem de interesse financeiro, os possíveis futuros inquilinos do imobiliário de luxo no Algarve, seguidos pelos alemães e italianos. Os condomínios de luxo e as casas rurais foram as propriedades que mais geraram interesse no sul do país.

Entre penthouses em Lisboa ou palacetes em Cascais, logo atrás dos portugueses, são os franceses e os brasileiros quem mais aprecia estas opções. Com bolha ou sem ela, Lisboa terá sempre o prestígio de ser a capital e Cascais aquele encanto de estar no meio da natureza a 30 minutos da grande cidade.

Os principais amantes do Porto foram novamente os portugueses, seguidos pelos investidores brasileiros e franceses, deixando os espanhóis e polacos no fundo do top 5. A cidade Invicta mostra ser cada vez mais ponto de interesse para turismo graças à sua cultura, paisagens banhadas pelo rio Douro e o tão famoso vinho do Porto, que é uma referência nacional.

Silvio Pagliani, fundador da LuxuryEstate, destaca que “o clima, a gastronomia e a segurança são, sem dúvida, grandes atrativos para o aumento do turismo e, consequentemente, para a decisão de compra de uma propriedade de luxo. Do Porto a Faro são várias as possibilidades de escolha para quem procura um imóvel desta categoria e estamos confiantes que Portugal é e continuará a ser um mercado em crescimento no nosso portal”.

Olhando para a oferta de luxo em todo o portal – que contempla mais de 350.000 imóveis de luxo em 120 países – observa-se que a França tem sido, no último ano e meio, o principal investidor, seguida pela Espanha, Alemanha, Itália e, por fim, Brasil.

Publicidade

Huawei lança pulseira inteligente Band 3 Pro

AEP organiza missão empresarial à Bulgária