in

Preços dos alimentos básicos voltam a subir em outubro

O índice de preços dos alimentos, publicado pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), alcançou um valor médio de 172,6 pontos em outubro, 0,7% mais que no mês anterior e 9,1% acima do ano passado. Pela primeira vez em três meses, o índice dos principais cereais aumentou.

A subida registada em outubro deve-se sobretudo ao aumento do preço do açúcar e dos lacticínios. O índice dos preços do açúcar evoluiu 3,4%, após as informações sobre o défice de produção em algumas regiões do Brasil e da Índia. Já o dos lacticínios cresceu 3,9%, impulsionado pela subida dos preços do queijo e, particularmente, da manteiga.

Em contrapartida, o índice dos preços do azeite e outras gorduras alimentares contraiu 2,4%, devido aos preços menores no óleo de palma. O índice da carne também diminuiu 1%, devido à menor procura de carne de porco europeia por parte dos importadores da China. J

á o índice dos preços dos cereais aumentou 1%, catalisado pela escassez de trigo de alta qualidade.

Publicidade

Preço e segurança são os fatores determinantes na escolha de uma loja online

Ferrero posiciona-se no segmento das bolachas com compra da Delacre