in , ,

Portal da Queixa passa a registar informação em Blockchain

O Portal da Queixa tornou-se na primeira plataforma online do mundo a registar informação em Blockchain, uma tecnologia que torna imutável qualquer registo ou interação na plataforma.

A inovação permite garantir a total transparência da informação publicada e, deste modo, reforçar a confiança dos consumidores. A tecnologia foi implementada em parceria com o Hash Institute.

Para o consumidor, a implementação da tecnologia Blockchain no Portal da Queixa significa que as suas reclamações estarão eternizadas e serão imutáveis, não podendo ser manipuladas ou adulteradas. Qualquer tipo de interação estará disponível para consulta por qualquer pessoa. Caso haja qualquer tentativa de manipulação ou fraude das reclamações, passa a ser totalmente identificável no sistema.

De acordo com Pedro Lourenço, CEO do Portal da Queixa, “a implementação da tecnologia Blockchain como validador inquestionável do índice de satisfação, representa um enorme avanço na perseguição do nosso principal objetivo: a reputação das marcas com base na experiência do consumidor. Por conseguinte, esta validação tecnológica coloca ainda mais o Portal da Queix, num posicionamento de isenção e equidistância face ao conteúdo publicado pelos seus utilizadores, tendo em conta que o algoritmo resulta apenas da interação das marcas com os seus clientes, na sequência do tratamento das reclamações publicadas e sem qualquer ação interventiva por parte da plataforma. Assim, de forma inequívoca, será possível verificar o registo público e diário do índice de satisfação em Blockchain, com vista a potenciar a transparência da informação e validar a performance das entidades que optaram por se aproximar dos seus clientes e promover a solução dos problemas apresentados. É, no nosso entender, uma grande alteração do paradigma atual de consumo, tendo em conta que a grande maioria dos consumidores procura uma influência para a tomada de decisão, antes de iniciarem o processo de compra, o que coloca o Portal da Queixa cada vez mais como um dos principais influenciadores nacionais em matéria de consumo. Por sua vez, a reconhecida credibilidade da informação associada ao conteúdo partilhado no Portal da Queixa, tanto pelos consumidores como pelas marcas, será ainda mais potenciada pela transparência assumida, ao registá-la publicamente em Blockchain.

O desenvolvimento e implementação da tecnologia na plataforma foram conduzidos por Vitor Vilela, CTO do Portal da Queixa, que, em parceria com o Hash Institute, tornaram público e disponível para consulta, em tempo real, os dados que compõem o índice de satisfação de todas as marcas. “Várias métricas de avaliação e premiação acabam por suscitar dúvidas nos consumidores, uma vez que não é possível consultar os respetivos valores e perceber se estes foram adulterados. A tecnologia Blockchain veio modificar a forma como várias empresas registam a informação, para que esta seja imutável e, no nosso caso, o mais importante que temos para transmitir aos consumidores é o Índice de Satisfação, e os dados que compõem a fórmula para o cálculo”, explica o responsável de IT do Portal da Queixa.

Banak Importa chega ao Porto

Transitários pedem investimento nas infraestruturas