Poke House
in ,

Poke House ganha nova ronda de investimento e reforça em expansão em Portugal

A Poke House anuncia a conclusão de mais uma ronda de financiamento de 20 milhões de euros liderada pela Eulero Capital, com apoio da FG2 Capital e reinvestimento da Milano Investment Partners SGR (MIP SGR). Portugal irá beneficiar deste novo investimento e, numa primeira fase, aposta em três expansões no próximo semestre: Miraflores, Avenida Infante Santo e Comporta.

Esta injeção de capital acontece menos de um ano após a primeira tranche de investimento de cinco milhões de euros liderada pelo MIP SGR, confirmando a validade deste modelo de negócio  que, apesar da pandemia, continua a crescer exponencialmente para atingir um valor de mercado de 100 milhões de euros.

 

Poke House

A empresa de food-tech, fundada em Portugal por Francisco Guedes e Duarte Costa e em Itália por Matteo Pichi e Vittoria Zanetti, fundiu-se em 2020 com o objetivo de crescer a nível europeu e português. A cadeia de restauração já conta com 30 restaurantes em Itália, Portugal e Espanha, uma equipa de mais de 400 pessoas e um volume de negócios de mais de 40 milhões de euros previsto até ao final de 2021. “Esta evolução demonstra plenamente que o poke não é apenas uma tendência do mercado, mas sim um negócio capaz de se expandir e de se tornar uma marca de qualidade, graças à combinação de vários fatores: serviço rápido, ingredientes de alta qualidade, personalização e digitalização aplicada tanto à organização interna quanto à venda das famosas bowls“, refere em comunicado.

Os rendimentos da ronda de investimento serão usados para manter o crescimento da empresa através da expansão internacional. A Poke House está a planear abrir 200 novos espaços, não apenas nos países onde já opera, mas também identificando oportunidades noutros mercados, como França e Reino Unido, onde as aberturas estão planeadas para antes do verão.

Sabíamos que o poke era um produto com grande potencial, mas ao mesmo tempo tínhamos de enfrentar uma série de outras cadeias que começaram a tê-lo na sua oferta“, comenta Matteo Pichi, cofundador e CEO da Poke House. “Por isso, estudámos de imediato uma forma de diferenciar a nossa proposta de valor, apostando na qualidade superior dos ingredientes e numa experiência disruptiva”.

Poke House

Parceria

Desde que fizemos a primeira parceria em 2020, a Poke House alcançou um crescimento exponencial, durante estes tempos incertos e difíceis na indústria da restauração, e estamos orgulhosos por continuar a apoiar os seus ambiciosos planos de expansão. A agilidade e talento da equipa de liderança, a abordagem com visão no futuro e o foco na experiência do cliente, combinados com uma estrutura base sólida, permitirão uma nova e empolgante fase de crescimento”, comenta Selim Giray, Partner di Milano Investment Partners SGR.

O modelo de negócio da Poke House apoia-se em algumas das principais tendências do sector alimentar (food-tech, healthy food, delivery, customização) e possui todas as características e talentos para posicionar a empresa entre os melhores players a nível europeu. Estamos entusiasmados por ser parceiros da Poke House num projeto inovador e virado para o futuro, em linha com a nossa estratégia de investimento, que se baseia na procura de empresas inseridas nas macrotendências que irão caracterizar a evolução económica, tecnológica e social dos próximos anos”, comenta Gianfranco Burei, sócio fundador da Eulero Capital.

 

Receita de mais de 4 milhões de euros

Atualmente a Poke House dispõe de cinco lojas em Lisboa, em ruas de prestígio e centros comerciais: Chiado, Strada Outlet, Atrium Saldanha, CascaiShopping e, mais recentemente, Colombo. No seguimento da nova ronda de investimento angariado, a Poke House irá abrir três novos restaurantes de rua no próximo semestre: em Miraflores, na Avenida Infante Santo e um espaço diferenciador na Comporta, o primeiro restaurante fora da capital.

Com a nova ronda de investimento, a empresa ambiciona abrir a médio/longo prazo mais de 15 restaurantes em território nacional nos próximos dois anos e irá apostar na expansão para duas novas cidades portuguesas, até final de 2024.

O elevado investimento em Portugal, que tem vindo a permitir a expansão da marca, o rebranding de todos os restaurantes e a adoção de novas práticas de negócio fez com que a empresa apresentasse resultados muito positivos nos primeiros meses. Estima-se, igualmente, um crescimento local de 300, em 2021 versus 2020, com receitas esperadas de mais de qiatro milhões de euros.

Para Francisco Guedes, cofundador e Country Manager da Poke House em Portugal, “este é um momento de viragem para o sector da restauração. Vimos nesta fase desafiadora a oportunidade de nos diferenciar da concorrência e continuar a expandir o negócio. Prova disso é a nova aposta em mais três restaurantes de rua no próximo semestre. Temos o exemplo do novo espaço da Comporta, o primeiro restaurante fora de Lisboa, uma pop up store que funcionará durante o período de verão e irá combinar gastronomia, lazer e moda, sempre associados ao espírito Californiano que tanto caracteriza a Poke House”.

Koala Leite de Coco formato 250ml

Koala Leite de Coco em formato 250ml

Glovo

Glovo fecha parceria com a Starbucks