Consejo Rector Covirán 2022
in

Patro Contreras reconduzida na liderança dos dos destinos da Coviran

A assembleia geral de sócios da Coviran, celebrada, em Granada, Espanha, aprovou por larga maioria (82% dos sócios) a renovação do seu conselho de administração para os próximos quatro anos, com o objetivo de se alinhar com o plano estratégico 2022-2025. Os sócios aprovaram massivamente as contas anuais de 2021, assim como todos os pontos da ordem do dia, apoiando, nesse sentido, a gestão do conselho de administração e a presidente do grupo, Patro Contreras.

Uma nova assembleia de sócios “para dar as boas-vindas às novas incorporações, que estabeleceu como objetivos para os próximos anos aumentar os serviços e a rentabilidade dos seus associados”, no ano em que a cooperativa celebrou o seu 60.º aniversário, assim como a “consolidação do projeto de internacionalização em Portugal ,com dez anos de vida”, num balanço feito pela presidente, Patro Contreras, e o diretor geral, José Francisco Muñoz.

 

Resultados

As vendas brutas da insígnia alcançaram os 1.644 milhões de euros, 1.445 milhões de euros gerados em Espanha e 199 milhões de euros atribuídos às vendas de Portugal, com o resultado antes de impostos do exercício de 2021 a ascender a 1,6 milhões de euros, atingindo um lucro líquido de 960 mil euros pelo efeito fiscal. “Este resultado é acentuado pela situação económica da instabilidade e a capacidade de resposta que teve a Coviran e os seus sócios às necessidades da sociedade nesta conjuntura”.

Números que, contudo, segundo a cooperativa “refletem a solidez e estabilidade financeira”, onde os ativos ascendem a 218 milhões de euros, “um crescimento de 2,31% em comparação com o ano anterior, como resultado de uma melhor gestão das necessidades operativas de financiamento, eficiência nas operações e na gestão das necessidades para dar um ótimo serviço. Este crescimento do ativo é sinónimo da força e estabilidade do Grupo Coviran”, acrescenta a insígnia em comunicado.

 

EBITDA recua

Em termos de volume de negócio líquido, o mesmo diminuiu 4% em relação a 2020, por outro lado, o EBITDA ascende a um valor de 7,97 milhões de euros, em 2021, o que representa um decréscimo de 31% em relação ao ano anterior. “É importante recordar o extraordinário do exercício de 2020 para o nosso sector e a capacidade de resposta que a cooperativa deu às necessidades da sociedade. A Coviran fecha 2021 com uma evolução muito positiva nas suas principais magnitudes de negócio, tendo em conta a flutuação económica do exercício”.

O cash flow social, no fecho de 2021, foi de 777 milhões de euros, 4% inferior ao do ano anterior, mas ainda assim um valor  positivo, que reflete o contributo da cooperativa para melhorar a economia local através da sua atividade.

No capítulo dedicado ao investimento, 2021 destacou-se, sobretudo, pela consolidação de importantes projetos no âmbito tecnológico, a manutenção operacional das plataformas e a modernização do ponto de venda, destinando quatro milhões e 200 mil euros a investimentos, todos com o objetivo de melhorar a gestão e a rentabilidade dos estabelecimentos.

 

Geração de emprego e formação

A nível de grupo, a Coviran gera um total de 15.119 empregos, dos quais 13.277 estão em Espanha e 1.842 em Portugal. O compromisso da cooperativa com o emprego de qualidade reflete-se no aumento de 3% no emprego efetivo, atingindo 89,16%, através de um trabalho contínuo de formação, especialmente face à pandemia. A Coviran incorporou 528 contratos fixos, uma aposta “pela estabilidade laboral e pela proteção dos colaboradores. Uma equipa que foi reforçada para fazer face à procura expressiva de produtos, durante a primavera, bem como para cobrir as baixas provocadas pela Covid, sem afetar a atividade da cooperativa e o serviço aos seus sócios”.

Sócios que ficaram a conhecer o novo plano estratégico 2022-2025 da cooperativa,  baseado na “confiança gerada pelos sócios e colaboradores, a cooperação entre sócios para oferecer aos clientes uma experiência de compra diferenciadora que os ligue ao ponto de venda, a geração de valor no ambiente em que opera e uma marca baseada nos valores que têm definido a cooperativa desde o seu início: confiança, qualidade, competência, honestidade e fiabilidade”.

 

Lojas e sócios

A Coviran terminou 2021 com um total de 2.404 sócios na Península Ibérica, Ceuta e ilhas e 2.856 pontos de venda (2.566 em Espanha e 290 em Portugal). Estes dados permitem manter “o seu quarto lugar no ranking nacional do sector por número de estabelecimentos e segundo em Espanha, posicionamento que foi consolidado em ambos os países. Os supermercados Coviran são líderes no modelo de proximidade em Espanha, alcançando a segunda posição em Portugal com um crescimento significativo na área de vendas, aumentando em 1% o número de estabelecimentos com mais de 150 metros quadrados”.

Pagamentos

Pagamentos Buy Now Pay Later utilizados por apenas 8% dos portugueses

SuperSave

SuperSave: a mais recente ferramenta contra a inflação