in

Nespresso traz de volta as edições limitadas de café italiano

A Nespresso traz de volta as duas edições limitadas de café italiano: Tribute to Milano e Tribute to Trieste, lançadas em 2013 e 2015.

Nespresso Tribute to Trieste é sinónimo da reflexão da experiência cultural rica e variada que a cidade de Trieste oferece. Situada no cruzamento da cultura italiana, alemã e eslava, Trieste era a principal entrada para um dos primeiros poderes históricos do mundo, o império Austro-Húngaro.

De facto, a forma como os habitantes de Trieste tomam o seu café é representativa desse local multifacetado. Em Trieste, o café toma-se com leite, sem leite, longo ou curto. Os habitantes de Trieste criaram o seu próprio idioma específico em torno do café. “Nero” é um café expresso, “capo” é com uma pitada de leite e o café é servido num copo “em b” em vez da tradicional chávena de porcelana.

A interpretação Nespresso de Trieste é uma mistura arábica que utiliza, principalmente, grãos da América do Sul e é caracterizada por uma textura redonda, com notas de chocolate e avelã frescas.

Tribute to Milano

Milão teve um papel importante na história do café de Itália e introduziu o café expresso, pela primeira vez, na Feira Mundial, em 1906. Hoje, o café expresso é tão icónico e é uma parte tão importante da vida quotidiana que a palavra já não é utilizada, é simplesmente “un caffè”.

O café Nespresso Tribute to Milano é uma interpretação da azáfama da cidade de Milão, onde o café é frequentemente apreciado num ritmo acelerado, enquanto se está ao balcão.

É uma mistura altamente aromática de cafés arábica da América Central e do Sul, reforçada com Indian Robusta deslavado. O resultado  dá um equilíbrio entre aromas frutados delicados e notas de cereais doces.

Maria quer colocar os portugueses a consumirem mais fruta

IKEA vai apostar em novos espaços em Sintra, Cascais e a sul de Lisboa