Imagem Shutterstock
in

Mudar de tarifário de luz/gás pode representar poupança de 645 milhões de euros ao ano

72% dos consumidores não muda de tarifário há 2 anos

A simples mudança de tarifário de cada lar ou empresa pode ajudar os consumidores a reduzir em 645 milhões de euros o consumo anual de luz e gás em Portugal, revela um estudo do Payper, aplicação independente especializada na comparação de tarifários.

Numa análise feita a 390 mil faturas percebeu-se que mais de 72% das famílias portuguesas não mudou de tarifário de eletricidade nos últimos 2 anos e continua a pagar um valor muito superior à atual oferta.

O Payper justifica as contas com base na poupança anual acumulada já gerada para os seus utilizadores, onde, em apenas 1 ano, já ascendeu a 849 mil euros, o que representa uma média de cerca de 163 euros/ano por utilizador.

Se existem atualmente, segundo a DGEG, cerca de 5,5 milhões de clientes residenciais domésticos em Portugal e se considerarmos que cerca de 72% destes utilizadores não mudaram de comercializador nos últimos anos, e considerando uma poupança média de €163 anuais por utilizador, atualmente as famílias portugueses podem poupar cerca de €645 milhões todos os anos, se optarem por mudar para um comercializador de eletricidade ou gás, com melhores condições para o seu tipo de consumo”, explica Nuno Costa, Data Analyst do Payper.

 

Oferta

O estudo alerta ainda que, segundo os dados mais atuais da ERSE, existem atualmente 34 diferentes comercializadores de eletricidade e 16 de gás em Portugal Continental, contando com 3.289 diferentes tarifários de eletricidade e 350 tarifários de gás canalizado.

Infelizmente, nas ilhas da Madeira e Açores, o mercado de energia ainda não está liberalizado”, sublinha a mesma fonte.

Outra curiosidade revelada pelo Payper é que, dos 96.500 utilizadores da sua aplicação, 52% dos utilizadores são clientes da EDP Comercial, 11% do Serviço Universal (mercado regulado), 14% da Galp, 8% da Endesa e 6% da Iberdrola.

Adicionalmente, o Payper verificou também que cerca de 29% dos seus utilizadores de eletricidade usaram a funcionalidade para reduzir o valor da potência contratada do seu contrato de eletricidade, medida esta que permite uma poupança anual média de 41 euros.

48% dos trabalhadores de PME’s habituaram-se aos “pequenos prazeres” do teletrabalho

Loja Coviran Mealhada

Coviran abre nova loja na Mealhada