in

Monte do Pasto desenvolve projeto inovador de produção sustentável de carne

Eem parceria com as Universidades de Évora e do Minho

Imagem: Shutterstock

Monte do Pasto está a desenvolver um projeto inovador – Ethical Meat – Sistema Integrado de Produção Sustentável de Carne – em parceria com equipas das Universidades de Évora e da Universidade do Minho.

Este é um projeto que aposta na investigação e desenvolvimento de processos e tecnologias inovadoras para assegurar a produção de produtos de carne com mais bem-estar animal e mais sustentáveis; um projeto que materializa a iniciativa estratégica da União Europeia – ‘Do Prado ao Prato’ – para a transição para um sistema alimentar mais sustentável ao longo da cadeia alimentar.

“O Projeto ‘Ethical Meat’ tem como objetivo último criar um produto de carne que integra qualificadores de alto valor comercial: bem-estar animal, sustentabilidade, standards de qualidade, prazo de validade alargado, embalagem sustentável, redução de desperdício alimentar, garantindo um potencial de captação de valor e criação de impacto ambiental e social positivos ao longo da cadeia”, de acordo com Clara Moura Guedes, administradora-delegada do Monte do Pasto.

 

Benefícios

Como principais benefícios deste projeto destacam-se produtos de carne diferenciados e de qualidade superior saudáveis e sustentáveis; um sistema de informação para valorização económica do bem-estar animal, qualificação da carne e controlo de gestão dos processos de criação e produção de carne; a aplicação de soluções de energia renovável na agropecuária; e a partilha de inovação e conhecimento em práticas de criação sustentável com mais bem-estar animal, e, atrair talento qualificado.

Paralelamente à parceria já estabelecida entre o Monte do Pasto e a Universidade Évora para o desenvolvimento do “Ethical Meat”, as duas entidades acordaram uma parceria de Inovação Colaborativa que prevê a criação de uma nova cátedra centrada no setor agropecuário, bem-estar animal e sustentabilidade, para desenvolver aquela área e atrair e fixar profissionais qualificados na região.

 

Protocolo

O protocolo que concretiza a criação da Cátedra Monte do Pasto Bem-estar Animal – Criação de Bovinos de Ar Livre, foi assinado ontem, dia 21 de dezembro.

Com esta Cátedra, a Universidade de Évora pretende impulsionar o desenvolvimento e a divulgação de processos e tecnologias inovadores para o setor agropecuário da região Alentejo, capazes de aumentar a sua produtividade e competitividade a nível nacional e internacional.

Como forma de simbolizar a formalização desta nova infraestrutura na Universidade de Évora, o atual auditório da Mitra passa a designar-se por “Auditório Monte do Pasto”, um local que recebe anualmente diversos congressos e reuniões científicas, nacionais e internacionais.

“Acreditamos que esta colaboração entre o Monte do Pasto e a Universidade de Évora, demonstrará o valor da investigação aplicada e da passagem da experimentação teórica em contexto de laboratório para as empresas, criando mais valor”, conclui Clara Moura Guedes.

Publicidade

comércio online

Mais de 70% dos consumidores portugueses já fazem compras online

Gallo

Gallo celebra o início da colheita com Azeite Novo