in

Ministros da Agricultura da União Europeia pedem união e força no apoio ao sector agrário

ministros da Agricultura da União Europeia assinaram uma declaração conjunta

Os ministros da Agricultura da União Europeia assinaram uma declaração conjunta para reivindicar o papel fundamental da Política Agrícola Comum (PAC) no atual contexto de crise pela Covid-19.

A declaração dos ministros, que destaca que a prioridade imediata é a proteção da vida e da saúde, faz um reconhecimento unânime do papel vital dos agricultores e produtores de gado, assim como do sector agroalimentar em geral para manter a segurança alimentar e assegurar o abastecimento na Europa durante a crise de saúde pública. Deste modo, reivindica-se a necessidade da PAC se manter “forte” no futuro.

Além disso, e apesar do conjunto da cadeia agroalimentar estar a funcionar com relativa normalidade, em circunstâncias excecionais como a atual, é observado com preocupação o impacto da crise em alguns subsectores. Os ministros advertem que os impactos a médio e longo prazo “poderão ser graves e duradouros para agricultores e produtores de gado, para a indústria alimentar e para a economia rural”.

Nesse sentido, é valorizada a solidariedade demonstrada na resposta europeia até à data, através de um novo horizonte temporal de ajudas estatais, as diretrizes para a gestão das fronteiras e a livre circulação de trabalhadores, assim como a flexibilidade nalguns regulamentos da PAC. Não obstante, os ministros solicitam que a Comissão Europeia adote medidas adicionais urgentes, disponíveis na atual PAC, e pedem a ativação da ajuda para armazenamento privado, assim como uma ajuda excecional para os sectores mais afetados.

Os ministros reclamam por uma “resposta europeia contínua, forte e coordenada” para demonstrar aos cidadãos europeus o importante papel desempenhado pelo sector agroalimentar face à Covid 19. “A Comissão Europeia deve apostar no fortalecimento da PAC para apoiar a produção de alimentos seguros e sustentáveis, como uma mostra de implicação, também no futuro, com o mundo rural num momento crítico como o atual”.

L’Oréal Portugal desafia a ajudar cabeleireiros

L’Oréal Portugal desafia a ajudar cabeleireiros

Worten.pt mantém entregas gratuitas

Worten.pt mantém entregas gratuitas até 3 de maio