in ,

Mercadona reduz dependência da Sovena

A Mercadona está a levar a cabo vários processos de mudança de fornecedores e parceiros. Um dos mais recentes acontece na área do azeite, onde a cadeia espanhola está a reduzir a dependência da Sovena.

A iniciativa, anunciada em 2014, tem por objetivo alcançar um controlo integral da cadeia alimentar e dos produtos que chegam às lojas Mercadona. Recentemente, a empresa transferiu para Talavera de la Reina, em Toledo, parte da produção de iogurtes que era feita em Senoble, em França. A divisão cárnica, por seu turno, foi dividida em três de modo a controlar todo o processo de produção.

Agora, no azeite, assim como em outros segmentos, a Mercadona quer implementar um modelo distinto do de fornecedor único. Segundo o Vox Populi, a dependência face à Sovena será reduzida com a introdução da Maeva e Acesur como novos fornecedores de azeite. A primeira, com sede em Granada, e a segunda, a partir da sua fábrica de Vilches, em Jaén, produzirão referências para a marca própria Hacendado, destinadas, numa primeira fase, apenas às lojas localizadas na Andaluzia. Deste modo, a Mercadona passa a contar com quatro parceiros fornecedores no azeite, depois de ter também estabelecido um acordo com a Oleoestepa, em agosto do ano passado.

Esta é uma importante mudança estratégica para a Mercadona que trabalhava quase em exclusividade com a Sovena. A empresa portuguesa, que cresceu em parceria com a cadeia retalhista, plantou na zona do Alqueva, no Alentejo, o maior olival da Europa e reconverteu, em Jaén, a unidade de produção que pertencera à Deoleo, num investimento de 10 milhões de euros.

Atualmente, a Sovena lidera as vendas de azeite em volume no mercado espanhol e, segundo o Vox Populi, está também, por sua vez, a tentar diversificar a sua base de clientes, de modo a não depender tanto de uma única cadeia.

Publicidade

Auchan com marca única para todos os formatos

Burger King lança o primeiro hambúrguer com ovo estrelado