in

Mercado de tablets regista queda de 14,7%

De acordo com os dados da IDC, as remessas mundiais de tablets registaram uma queda de 14,7% no terceiro trimestre, quando comparado com o período homólogo do ano passado. No total, isto representa 43 milhões de unidades.

Apesar deste decréscimo em relação aos dados de 2015, verificou-se um crescimento de 9,8% quando se comparam as remessas do terceiro trimestre deste ano com as do segundo trimestre.

Os analistas da IDC realçam que, a nível global, houve uma maior procura de tablets “low cost”, mas que tal acaba por ser prejudicial para o mercado a longo prazo, pois a maioria dos consumidores passa a encará-los como produtos que não proporcionam boas experiências de utilização em vez de substitutos capazes dos PC’s.

A nível de fabricantes, a Apple continua a dominar o mercado. Apesar da aposta no iPad Pro, as linhas Air e Mini continuam a dominar as remessas da empresa de Tim Cook. A Samsung ocupa a segunda posição e a Amazon, que tirou proveito de campanhas de descontos, encerra os lugares do pódio. A Lenovo ocupa a quarta posição, fruto da boa prestação que obteve na região da Ásia/Pacífico e EMEA (Europa, Médio Oriente e África). A fechar o top 5 está a Huawei que, segundo a IDC, também registou um bom desempenho nos mesmos mercados e que está a ver o reconhecimento da marca extravasar dos smartphones para outros segmentos.

Publicidade

Publicidade

Aldi abre primeira loja em Itália

Fundação Coviran e Microsoft juntas na promoção da inovação