in

Mean Sardine eleita a melhor cervejeira de Portugal

Entre mais de 33 mil cervejeiros artesanais a concurso, a Mean Sardine venceu o prémio de Melhor Cervejeira de Portugal, segundo o RateBeer Best 2019, com base em 4,2 milhões de classificações dos consumidores que atestaram a qualidade da produção artesanal com origem na Ericeira.

“Estamos radiantes com este reconhecimento, principalmente porque se trata de um prémio atribuído diretamente pelos consumidores que, todos os dias, põem à prova as nossas cervejas um pouco por todo o mundo”, diz Marcos Praça. O porta-voz da marca portuguesa não esconde o “enorme orgulho”, embora não tenha dúvidas de que “este é também um título que acarreta grande responsabilidade”.

Esta é a terceira vez que a Mean Sardine é reconhecida com um prémio desta dimensão, voltando a mostrar a consistência do trabalho que tem vindo a desenvolver desde a fundação, em 2013. Em 2014 e 2016, a sardinha de sobrancelha franzida foi distinguida como Melhor Cervejeira de Portugal (Top Brewer), assim como duas das suas cervejas, a Amura (em 2014) e a Voragem (em 2015 e 2018), mereceram também o galardão de Top Beer.

Além de ter sido eleita a melhor cervejeira do país, a Mean Sardine viu ainda uma das suas criações agraciadas como a melhor do mundo dentro do estilo California Common/Steam Beer. A cerveja California Uncommon foi produzida em colaboração com a Basqueland Brewing Project (País Basco, Espanha), que se distingue por ser uma referência com “protagonismo do lúpulo Ella – utilizado no dry hopping e que não é comum encontrar-se nas California Common – entregando notas frutadas, rumo a grapefruit, e de especiarias adocicadas que remetem, em segundo plano, ao caramelo dos maltes”, explica Daniel ‘Tixa’ Ramiro. “Bem equilibrada, esta é uma cerveja altamente refrescante com final seco e frutado”, remata o mestre-cervejeiro da Mean Sardine, responsável pela criação desta e outras cervejas do portfólio da marca.

Joe Tucker, fundador do RateBeer, explica que “os prémios de Melhor Cervejeira são entregues a menos de um terço do 1% das cervejeiras elegíveis e 2019 foi o nosso ano mais competitivo até agora. É uma honra merecida e não podíamos estar mais orgulhosos por reconhecer estas cervejeiras pelas suas realizações”.

A plataforma avaliou, no ano em que comemora a 20.ª edição da competição, mais de 4,2 milhões de classificações da sua comunidade internacional, examinando mais de 640 mil cervejas de mais de 33 mil cervejeiros de todo o mundo.

Fujitsu instala unidade 1.000 de sistemas self-checkout em supermercados portugueses

Fnac reconhecida pelas suas práticas orientadas para o consumidor