in

Maiores retalhistas mundiais ameaçam boicote ao Brasil

Foto Shutterstock

Numa carta aberta, 40 dos maiores supermercados e fabricantes de alimentação a nível mundial, incluindo Aldi, Ahold Delhaize, Metro e Tesco, reivindicam que o governo brasileiro retire a proposta de legislação que abre portas à legalização da ocupação privada de terras públicas. Os signatários ameaçam mesmo com um boicote aos produtos agrícolas do Brasil, temendo uma ainda maior desflorestação na Amazónia.

Este grupo de 40 retalhistas e fabricantes acusa, ainda, o governo brasileiro de não fazer o suficiente para reduzir os incêndios florestais que, no ano passado, aumentaram mais de 60%. “Queremos reiterar que consideramos a Amazónia parte vital do sistema terrestre essencial para a segurança do nosso planeta, assim como um elemento crítico de um futuro mais próspero para os brasileiros e para toda a sociedade”, pode ler-se na carta.

 

Boicote

Caso o boicote ocorra, será um duro golpe para a economia local. Só no ano passado o Brasil exportou mais de 21 mil milhões de euros em produtos agrícolas, como café, carne e soja, para a União Europeia.

Publicidade

Revenda

Aluguer e revenda impulsionarão sector do luxo em 2030

Super Express

Novo supermercado online faz entregas a qualquer hora do dia