in

Luxottica e Essilor acordam fusão de 46 mil milhões de euros

A italiana Luxottica e a francesa Essilor concordaram uma fusão no valor de 46 mil milhões de euros, para criar uma potência mundial na indústria ótica, com uma faturação anual de mais de 15 mil milhões de euros, disseram em comunicado.

O acordo, um dos maiores transfronteiriços na Europa, reúne a Luxottica, fabricante mundial de óculos com marcas como a Oakley e a Ray-Ban, com a Essilor, fabricante de lentes oftálmicas. “Finalmente, dois produtos que são naturalmente complementares – nomeadamente as armações e lentes – serão projetados, fabricados e distribuídos sob o mesmo teto“, disse o fundador da Luxottica, Leonardo Del Vecchio, em comunicado. As ações de ambas as empresas subiram 14%.

Por meio da fusão, as empresas estarão melhor posicionadas para aproveitar a forte procura num mercado de 95 mil milhões de dólares, esperado  alcançar um crescimento contínuo devido ao envelhecimento da população e ao aumento da consciencialização sobre os cuidados com os olhos na Ásia e na América Latina.

As empresas disseram que o negócio deverá trazer benefícios de receita anual e economia de custos na faixa dos 400 milhões de euros para 600 milhões de euros no médio prazo.

Leonardo Del Vecchio, que voltou ao comando da Luxottica há dois anos, será CEO e presidente executivo da fundada EssilorLuxottica, que será listada na bolsa de Paris. Terá uma participação entre 31% e 38% no grupo incorporado através da sua detentora Delfin, tornando-se no maior acionista. Os direitos de voto serão limitados em 31%.

O presidente e CEO da Essilor, Hubert Sagnieres, será vice-presidente executivo, com os mesmos poderes que o presidente e CEO.

Publicidade

Worten doa 130 mil euros à Fundação do Gil

Air Liquide anuncia nova identidade visual