Marks & Spencer
Foto Shuterstock
in

Lucro da Marks & Spencer cai 88% devido ao impacto da Covid-19

A Marks & Spencer reportou uma queda de 88% no lucro, uma vez que a sua divisão de roupas foi fortemente impactada pela pandemia de Covid-19.

A retalhista britânica, que também vende alimentos, teve um lucro antes dos impostos de 50,3 milhões de libras (58,1 milhões de euros) no exercício concluído a 3 de abril, contra a previsão média dos analistas de 43 milhões de libras (49,7 milhões de euros). Este valor foi bem inferior aos 403,1 milhões de libras obtidos em 2019-20.

O grupo referiu que é improvável que pague dividendos no ano em curso.

 

Declínio de vendas

A Marks & Spencer disse que as vendas life-for-like de roupas e utensílios domésticos caíram 31,5%, prejudicadas por vários confinamentos que fecharam lojas, enquanto as vendas de alimentos aumentaram 1,3%. As lojas de alimentos permaneceram abertas durante a crise.

Como resultado, a retalhista britânica teve um prejuízo estatutário de 209,4 milhões de libras (241,8 milhões de euros), em comparação com um lucro de 67,2 milhões de libras em 2019-20.

A insígnia prevê que o lucro antes dos impostos recupere entre 300 milhões de libras e 350 milhões de libras, em 2021-22.

Oxford Street

Quais foram as ruas comerciais europeias mais afetadas pela pandemia?

retalho mundial

Efeitos da pandemia refletidos na lista 50 maiores retalhistas globais