in

Lidl cria áreas de proteção da biodiversidade junto aos seus centros logísticos

O Lidl anunciou planos para expandir o habitat natural das abelhas e insetos, em torno dos seus centros logísticos na Alemanha, para aproximadamente 3,6 milhões de metros quadrados.

O grupo alemão irá criar uma área natural no centro logístico de Erlensee, de modo a expandir o acesso a alimentos e as opções para a formação de colmeias por parte dos insetos polinizadores no outono.

De acordo com os resultados do primeiro projeto de monitorização das abelhas do programa de proteção de espécies Lidl Habitat, os prados com flores perto dos centros logísticos ajudaram a proteger as abelhas.

 

Lidl Habitat

Desde 2018, o Lidl tem estado ativamente a proteger e a promover a biodiversidade na Alemanha, através do projeto Lidl Habitat. A iniciativa tem como objetivo criar notoriedade em torno da ameaça à biodiversidade e contribuir para a proteção das abelhas e de outros insetos.

Desde janeiro de 2019 que o Lidl tem colaborado com a Fundação Heinz Sielmann, que o têm aconselhado no desenvolvimento de áreas “amigas” das abelhas perto das suas propriedades.

O retalhista já criou cerca de 140 mil metros quadrados de zonas com flores em 30 centros logísticos, enquanto os seus fornecedores fizeram o mesmo em mais de 3,4 milhões de metros quadrados nas suas localizações.

Publicidade

Maurizio Borgatta

Maurizio Borgatta é o novo diretor geral da GSK Portugal

vinhos

Futuro do sector vitivinícola também passa pelo digital