Leroy Merlin desenvolve cadeia logística com dois novos espaços em Palmela e Oliveira do Bairro

Ao longo dos últimos três anos, a Leroy Merlin tem tido um crescimento contínuo nas operações de gestão de entregas ao domicílio, sendo que, recentemente, como consequência de um novo modelo de comportamento dos consumidores, este crescimento foi de 304%.

A crescente expectativa dos clientes quanto ao cumprimento de prazos e à disponibilidade de stock também reforçou a necessidade de uma maior eficácia nas operações de “supply chain”. É neste contexto que surgem dois novos espaços ligados à logística: o Centro de Distribuição Regional Margem Sul, em Palmela, e o Armazém Centralizado de Cerâmica, em Oliveira do Bairro.

Estas aberturas são fruto de um projeto de reposicionamento das plataformas regionais da marca e da necessidade que a Leroy Merlin sente de estar mais próxima dos seus clientes e de agilizar os processos em loja e o fluxo de stocks. Com este projeto piloto do Centro de Distribuição Regional Margem Sul, a Leroy Merlin quer avançar rumo à criação de uma infraestrutura de plataformas que responda às necessidades de apoio às lojas, ao mesmo tempo que retira das lojas tarefas logísticas que não acrescentam valor, libertando-as para a preparação dos Pedidos Cliente e outras funções de valor acrescentado”, explica José Miranda, diretor de Operações de Supply Chain da Leroy Merlin em Portugal.

 

Palmela

Com cerca de 6.500 metros quadrados divididos entre cerca de três mil metros quadrados de placa operacional e os restantes para uma zona de armazenamento em altura, o novo Centro de Distribuição Regional Margem Sul, situado em Palmela, tem três naves logísticas, oito cais desnivelados de cargas e descargas e uma capacidade de armazenamento de 3.700 paletes em rack. Destacam-se, ainda, os espaços sociais para as equipas e uma zona de “open space” para potenciar o trabalho colaborativo.

A estrutura vai servir as lojas de Almada, Setúbal, Barreiro, Montijo e Évora. A escolha da localização justifica-se pela sua proximidade às lojas, que rentabiliza os custos operacionais e de pegada de carbono face à Plataforma Regional de Lisboa.

O novo Centro de Distribuição Regional Margem Sul é igualmente uma localização de fácil acesso para os clientes, que terão disponível uma zona exclusiva para utilizar o serviço de Click & Collect para recolher as encomendas feitas previamente em loja ou online.

Este centro vai servir como Plataforma Regional Piloto para experimentação, testagem e implementação de novas ferramentas informáticas, novas metodologias de gestão operacional e competência, tais como a certificação ISO 9001, partilha do armazém para um parceiro B2C e retirada de mercadoria para o cliente final. A equipa será formada por 30 elementos: um responsável pela plataforma, um coordenador de operações, três supervisores, 19 operadores logísticos e seis operadores de relação com o cliente.

 

Oliveira do Bairro

Por sua vez, o Armazém Centralizado de Cerâmica, situado em Oliveira do Bairro, tem três mil metros quadrados e está inserido numa estratégia de gestão de políticas de stock. Este espaço visa dar resposta a variáveis inerentes a esta tipologia de artigos, como o espaço, a gestão dos lotes e as quebras possíveis em stock. O objetivo é criar uma promessa diferenciadora e única no mercado, capaz de fazer entregas a nível nacional em 48 horas, quer em loja, quer ao domicílio do cliente.

No seguimento destes desenvolvimentos logísticos, a Leroy Merlin também irá migrar, a partir de outubro, as operações logísticas das plataformas da Mealhada e de Algoz para novas instalações, com o objetivo de otimizar as operações de acordo com vários eixos de melhoria: localização otimizada tendo em conta as localizações das lojas, implementação de layouts que respondam aos desafios operacionais, condições de segurança adaptadas a colaboradores, clientes e mercadoria, entre outros.

Quinta de Lemos

Quinta de Lemos conquista 6 prémios no Concurso Mundial de Bruxelas 2021

VoloDrone / DB Schenker

Volocopter e DB Schenker anunciam primeiro projeto para operações com VoloDrone