in

Lenovo apresenta bons resultados no segundo trimestre

No seu segundo trimestre fiscal, encerrado em 30 de setembro, a receita do grupo Lenovo totalizou 11.200 milhões de dólares, uma redução de 8% em relação ao ano passado, mas um aumento de 12% em relação ao primeiro trimestre fiscal, que terminou em 30 de junho.

O lucro antes de impostos para o segundo trimestre foi de 168 milhões de dólares, um aumento significativo das perdas no segundo semestre do ano passado de 842 milhões de dólares. Além disso, o lucro líquido passou de uma perda de 714 milhões de dólares, no segundo trimestre do ano passado, para 157 milhões de dólares neste ano.

O forte desempenho da Lenovo acontece num momento difícil na indústria, tanto no mercado de PC’s e tablets, como em smartphones e servidores que mostram um crescimento modesto. A Lenovo mantém a sua posição número um em participação de mercado pelo 14.º trimestre consecutivo com uma quota de 21,5% de participação.

O lucro bruto do segundo trimestre fiscal aumentou 2% em relação ao mesmo período do ano passado, para 1.600 milhões de dólares, com margem bruta de 14,3%. O lucro operacional do segundo trimestre foi de 215 milhões de dólares, em comparação com uma perda de 784 milhões de dólares no mesmo período do ano passado. O lucro básico por ação para o trimestre foi de 1,42 cêntimos de dólar, ou 11.01 cêntimos de dólar de Hong Kong. A 30 de setembro, a dívida líquido da empresa era de 77 milhões de dólares. 

As vendas na unidade de negócios de PC’s e Smart Devices Business Group foram de 7.800 milhões de dólares, um decréscimo de 8% face ao ano anterior. O lucro antes de impostos foi de 405 milhões de dólares, um aumento de 3% face ao ano anterior. A margem de lucro antes de impostos aumentou mais de meio ponto em cada ano, de 4,6 para 5,2%, impulsionada por fortes margens na China e na América do Norte.

A Lenovo manteve a sua posição de número um no mercado mundial, com uma quota de mercado de 21,5%, mostrando lucro por ação em todas as áreas geográficas, com exceção da Ásia-Pacífico. Na América do Norte, num mercado que caiu 0,7%, a Lenovo cresceu 14,7%. A fabricante enviou 14,5 milhões de computadores no segundo trimestre fiscal, um decréscimo de 3,2% num mercado que caiu 4,8%. Num mercado de tablet que registrou uma queda de 14,7%, a Lenovo teve um desempenho marginalmente superior ao da indústria, com um crescimento de 19% nas vendas na China.

Publicidade

Desperados lança primeiro festival de música em gravidade zero

Telepizza anuncia entrada no Irão