in

Leite infantil Nestlé fabricado na Holanda investigado na China

Dois lotes de leite infantil Nestlé produzidos na Holanda e vendidos pelo distribuidor da marca em Xangai estão a ser investigados por ter menor conteúdo de selénio que o indicado, avança o diário local Sanghai Daily.

Os dois lotes de leite em pó, com duas datas de produção diferentes, foram importados pela Shanghai Nestlé Product Service Co. e vendidos em duas lojas da Shenyang, na província de Liaoning, no nordeste do país.

A maioria dos lotes já foram vendidos, mas, de acordo com a Nestlé, o consumo não representa um risco para a saúde. A multinacional suíça explica que não há indícios de que outros lotes estejam afetados e que o teor de selénio destes lotes está “dentro dos valores regulatórios”, apesar de não corresponder com o indicado na embalagem.

A China endureceu o controlo dos produtos alimentares, após o surgimento de alguns escândalos que geraram uma grande preocupação social. O mais grave aconteceu em 2008 quando, pelo menos, seis bebés morreram e 300 mil foram afetados pela contaminação de leite em pó com melamina.

Publicidade

Publicidade

Magnata russo compra 10% do capital da DIA

Nova água micelar LetiSR ProbioClean para o cuidado da pele sensível e com vermelhidão