in

Investimento em jato de tinta pode permitir poupar 176 milhões de euros até 2020

Se as empresas europeias apostassem todas na tecnologia de impressão a jato de tinta, substituindo a impressão a laser, seria possível poupar cerca de 176 milhões de euros em consumo energético e reduzir em 333.041 toneladas métricas as emissões de CO2 em toda a Europa.

Esta informação é avançada pelo primeiro relatório europeu de sustentabilidade da Epson, intitulado “The Green Choice”, e agora lançado.

As vantagens ambientais e económicas da tecnologia a jato de tinta, analisadas pela consultora independente TÜV Rheinland, foram definidas a partir dos dados de ventas de impressoras deste tipo em ambiente empresarial, referentes a 2016 e 2017, e da poupança prevista ao longo do tempo médio de vida útil destes equipamentos (quatro anos). Uma poupança que seria equivalente a retirar 71.315 carros da estrada e que está em consonância com o compromisso da União Europeia de reduzir os níveis de emissão de gases de efeitos de estufa em 20%, assim como o objetivo da Epson de reduzir as emissões de CO2 em 90% em todos os seus produtos, até 2050.

Estas conquistas só são possíveis graças aos avanços na tecnologia de impressão a jato de tinta, que utiliza menos 96% de energia e emite até 92% menos CO2, ao mesmo tempo que permite uma redução de 99% na geração de resíduos, quando comparada com a tecnologia a laser. “Todos os nossos esforços estão centrados no objetivo de conseguir que as empresas europeias optem por produtos que respeitam o meio ambiente para equipar os seus escritórios”, explica Kazuyoshi Yamamoto, presidente da Epson Europe. “A exigência de tecnologia rentável, eficiente e respeitadora do meio ambiente é uma constante atualmente. E isto é precisamente o que propomos na Epson, com a tecnologia que desenvolvemos: vantagens que se enquadram perfeitamente nas necessidades dos nossos clientes, que escolheram mudar para o jato de tinta, em lugar da tecnologia de impressão a laser, e, com isso, poupar financeira e ambientalmente”, conclui.

O relatório sublinha o compromisso da marca com a responsabilidade social corporativa em todas as suas áreas de atividade na Europa. O documento destaca a poupança significativa conseguida ao nível de consumo energético, de água e de emissões de CO2 na empresa, a nível europeu, e o compromisso da Epson com a sua cadeia de distribuição e processos de fabrico, assim como o seu empenho no desenvolvimento de produtos que respeitam o meio ambiente e que permitem às empresas reduzir a sua pegada ecológica.

Publicidade

JD Sports abre a primeira loja de 2018 em Vila Real

Chivas Regal entrega prémio a startup que quer mudar o mundo