in

Instagram, Whatsapp e TikTok estão a crescer em notoriedade e utilização

Foto Shutterstock

O Facebook continua a ser a rede social com maior notoriedade espontânea e com mais utilizadores em Portugal. Mas há outras redes sociais que estão a ganhar terreno entre os portugueses, tanto na sua utilização, como na notoriedade espontânea em relação às respetivas marcas.

Esta é uma das conclusões da edição de 2021 do estudo “Os Portugueses e as Redes Sociais”, que identifica o Instagram, o Whatsapp e o TikTok como exemplos de redes em clara ascensão em Portugal.

O estudo produzido pela Marktest identifica o Facebook como a rede social com mais referências espontâneas por parte dos inquiridos, com um registo de 98,5% de respostas quando se questiona sobre as redes sociais que os portugueses conhecem. Um valor que representa uma ligeira quebra face aos 99,6% de notoriedade verificados em 2020 e que encurta a distância em relação à segunda rede mais citada, o Instagram, que mantém a sua notoriedade em crescimento, para 89,6% de referências espontâneas, ou seja, sem sugestão de respostas. Há cinco anos, sublinhe-se, a notoriedade do Instagram, em Portugal, situava-se nos 54,9%.

O Twitter mantém a terceira posição no índice de notoriedade espontânea, com 57,5%, e o TikTok, que foi analisado, pela primeira vez, em 2020 por este estudo da Marktest, sobe agora para o quarto lugar, já com 32,2% de referências, confirmando, assim, a clara tendência de crescimento que vem apresentando no nosso país. O WhatsApp ocupa a quinta posição das redes sociais mais referidas de forma espontânea, com 27,5%.

 

Utilização

No que respeita ao uso destas plataformas, os portugueses têm, em média, contas criadas em seis redes sociais, ou seja, mais do dobro da média que se verificava em 2011, quando a Marktest começou a produzir este estudo. Um registo que confirma o crescimento exponencial do hábito de uso de redes sociais e que ganha ainda maior volume entre os mais jovens, onde sobe para nove a média de redes onde têm perfis.

Também neste critério o Facebook domina em Portugal, com 93,4% dos utilizadores de redes sociais a afirmarem ter perfil criado nesta rede, o que traduz um crescimento de 1,2 pontos percentuais face a 2020. Seguem-se o WhatsApp, com 82,6% dos utilizadores (mais 2,6 pontos percentuais) e o Instagram, que se mantém como a terceira rede mais utilizada, com 76,1% (mais 2,8 pontos percentuais).

O Twitch e Telegram destacam-se também na edição de 2021 do estudo “Os Portugueses e as Redes Sociais”, assumindo-se como as redes sociais cuja penetração em Portugal mais cresceu durante o último ano. O Twitch duplicou os valores do ano anterior, para os 10,1%, enquanto o Telegram quase duplicou a penetração e atingiu os 21,9%, entrando para o top 10.

Publicidade

Vinha Quinta da Alorna

Quinta da Alorna lança projeto Wine Creations para a criação de vinhos exclusivos

GETIR

Empresa de entrega ultra rápida de compras chega a Portugal