in

Ikea recebe clientes chineses que querem dormir uma sesta

A Ikea quer investir nas sua rede de lojas chinesas. O facto de muitos chineses gostarem de visitar as lojas para dormir uma sesta é bom na mesma para os suecos.

Os clientes chineses gostarem de dormir uma sesta numa loja da Ikea é um fenómeno bem documentado. Uma loja em Pequim considerou necessário proibir completamente as sestas nas suas camas – um plano que foi rapidamente abandonado quando a equipa se cansou de ter que expulsar pessoas das camas.

Estamos muito felizes de receber muitos clientes nas nossas lojas, para usarem as nossas lojas para dormir também“, disse Anna Pawlak-Kuliga, presidente da IKEA China, à Sixthtone.

Pawlak-Kuliga também explicou os mais recentes planos de expansão da Ikea na China: a cadeia sueca planeia investir 1,2 mil milhões de euros no país apenas em 2020: o maior investimento já visto no país desde que os suecos entraram no mercado em 1988. Hoje a cadeia possui 27 lojas, dois centros de experiência e 11 centros de distribuição em 21 cidades chinesas. No próximo ano, serão abertas mais quatro lojas e 3.000 novas vagas – além de mais investimentos em comércio eletrónico.

Hotpoint lança nova campanha

Walmart introduz novos serviços médicos em supermercado