in

IKEA investe mais de seis milhões de euros para reduzir o preço dos seus produtos

A IKEA vai investir mais de seis milhões de euros na acessibilidade do preço dos seus artigos e na conveniência dos serviços, no ano financeiro de 2020.

Na IKEA, acreditamos que todos temos direito a uma vida melhor em casa. Nesse sentido, trabalhamos continuamente para que mais pessoas possam ter acesso a soluções de design funcionais, sustentáveis, com qualidade e bonitas. Por isso, este ano, vamos ter preços ainda mais baixos em produtos para todas as áreas da casa e ampliar a nossa rede de serviços, especialmente a pensar nas pessoas que vivem mais longe”, explica Michaela Quinlan, responsável pela área comercial da IKEA Portugal.

A IKEA vai baixar o preço de 185 produtos de várias gamas e para todas as áreas da casa, ao longo do ano, 130 dos quais já em agosto.

A marca sueca quer também ampliar e melhorar a conveniência dos seus serviços. Neste âmbito, a perspetiva é que, durante o próximo ano, sejam criados, em todo o país, 14 novos pontos de recolha, operados por parceiros externos, onde os clientes poderão levantar as suas compras feitas em IKEA.pt, por 25 euros. As próximas localizações, a abrir até final de setembro, serão Vila Real, Castelo Branco e Palmela, complementando Viana do Castelo e Leiria, já em funcionamento.

Com especial atenção às pessoas que vivem em regiões mais distantes das suas cinco lojas, ao redefinir os limites das áreas de entrega, a IKEA vai reduzir os preços do serviço de entrega cerca de 33%.

Para celebrar este movimento com os consumidores, a IKEA lança uma campanha integrada multimeios, focada no conceito “Direito ao Design”, com presença em televisão, rádio, imprensa, outdoor e uma forte vertente digital.

Publicidade

Publicidade

“A IKEA é uma empresa global com coração local”

Nova campanha multimeios da IKEA marca o seu lado ativista