in

Henkel conclui um “empréstimo verde” sindicalizado

Henkel

A Henkel concluiu o chamado “Empréstimo Verde”, como a primeira empresa na Alemanha e a primeira empresa do sector.

A linha de crédito tem um volume total de 1,5 mil milhões de euros e substitui as atuais linhas de crédito rotativo de 700 e 800 milhões. Tem um prazo de sete anos.

A taxa de juros da nova linha de crédito está vinculada ao desempenho da Henkel em três classificações independentes de sustentabilidade. “Ao reorganizar as nossas linhas de crédito sindicalizadas, optámos deliberadamente pelo conceito de ‘empréstimo verde’. Temos orgulho de ser a primeira empresa alemã a concluir uma linha de crédito com os seus termos vinculados ao desempenho de sustentabilidade. Estamos convencidos de que a sustentabilidade está a tornar-se cada vez mais importante para os mercados financeiros e investidores”, refere Carsten Knobel, Henkel CFO. “O acordo reforça a nossa posição de liderança em sustentabilidade e, ao mesmo tempo, enfatiza a nossa ambição de melhorar ainda mais as nossas excelentes classificações nessa área”.

A taxa de juro da linha de crédito será ajustada de acordo com as alterações no desempenho em sustentabilidade da Henkel com base nas classificações Sustainalytics, EcoVadis e ISS-oekom, que estão entre os principais fornecedores de avaliações de sustentabilidade a nível global. As três agências de classificação de sustentabilidade foram incluídas para garantir uma avaliação abrangente e equilibrada do desempenho em sustentabilidade.

Participaram um total de 15 bancos nacionais e internacionais, refletindo o alcance global das atividades da Henkel.

Grupo DIA chega a acordo com sindicatos sobre o processo de despedimento coletivo

Loop revela os quatro segredos para atingir a “Superioridade em Produto”