in

Grupo Metro vende negócio de grandes armazéns

O Grupo Metro vendeu o seu negócio de “department stores” Galeria Kaufhof ao operador canadiano Hudson’s Bay Company (HBC), por 2.825 milhões de euros.

A transação também inclui a venda da filial belga Inno e outros ativos relacionados e, uma vez que já foi aprovada por ambos os conselhos de administração, deverá estar concluída no terceiro trimestre.

Concretamente, a HBC comprou 464 pontos de venda em todo o mundo, responsáveis por uma faturação, nos 12 meses concluídos a 31 de março passado, de nove mil milhões de euros. O operador canadiano integrará no seu portfólio de ativos 103 grandes armazéns Galeria Kaufhof localizados na Alemanha, 16 lojas Inno na Bélgica, 16 centros Sportarenam e vários centros logísticos, armazéns e a histórica sede da Galeria Kaufhof em Colónia.

Com esta compra, a HBC aposta na sua expansão europeia. “Analisámos cuidadosamente o panorama do retalho na Europa para explorar uma potencial oportunidade de expansão e observámos que a Galeria Kaufhof converteu-se na cadeia de grandes armazéns líder na Alemanha”, declara Richard Baker, presidente da HBC. A operação comprova a estratégia do operador canadiano de crescer através de fusões e aquisições e que a compra destes ativos lhe confere uma “maior diversificação e uma posição líder no comércio retalhista internacional”.

Para o Grupo Metro, a operação é também vantajosa. De acordo com a consultora Euromonitor, a divisão Galeria Kaufhof representou apenas 5% das vendas do grupo alemão e é um formato que, na Alemanha, se espera que contraia 2,3% ao longo dos próximos cinco anos. Com o valor obtido com a venda, o Grupo Metro pode reduzir a dívida e libertar mais recursos para os seus negócios de cash & carry e eletrónica de consumo.

Publicidade

Samsung aposta nos serviços em garantia ao consumidor

Danone lança iogurte com chocolates M&M’s