in

Grupo DIA aumenta valor de vendas brutas sob insígnia em 10,5%

O Grupo DIA registou no primeiro trimestre deste ano um valor de vendas brutas sob insígnia de 2.400 milhões de euros, que se traduz numa melhoria de 10,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. A integração das últimas aquisições e o comportamento positivo do mercado ibérico e dos países emergentes contribuíram para esta melhoria.

No mercado ibérico, as vendas brutas sob insígnia aumentaram 2% para os 1.599 milhões de euros, com Espanha a registar um aumento de 2,2% para os 1.406 milhões de euros. Na Argentina, Brasil e China a subida foi de 24,8% em moeda local correspondendo a 801 milhões de euros.

Por sua vez, de janeiro a março, as vendas comparáveis do Grupo DIA cresceram 7%. Este aumento é o maior de sempre registado pela empresa desde a sua entrada na bolsa em julho de 2011. “O Grupo DIA começou o ano de forma muito positiva, alcançado um crescimento de vendas nos cinco países em que opera e acelerando o crescimentos das vendas comparáveis tanto no mercado ibérico como nos emergentes. Os planos desenhados para melhorar a oferta comercial nos nossos formatos estão a dar resultado e vamos continuar a investir sensivelmente na remodelação das nossas lojas. A geração de caixa é a prioridade para 2016 e os dados que recolhemos no primeiro trimestre deste ano são muito prometedores, com uma melhoria significativa da evolução da dívida que, no primeiro trimestre deste ano, foi mais de 100 milhões de euros melhor que a média dos últimos cinco anos”, declara Ricardo Currás, Conselheiro Delegado do Grupo DIA.

O lucro líquido ajustado ascendeu, no primeiro trimestre do ano, a 38,7 milhões de euros, caindo 3% face ao mesmo período de 2015, devido ao aumento na amortização de aquisições e aos resultados financeiros dos países emergentes. O EBITDA ajustado situa-se nos 117 milhões de euros, cerca de 5,7% em moeda local

Ao final de março, o número total de lojas do Grupo DIA ascendia a 7.694.

Publicidade

Starbucks chega à África do Sul

Worten lança campanha que permite pagar 1 euro por dia