in ,

Grossistas de produtos alimentares para hotelaria com queda de 30% no volume de negócios em 2020

Imagem Shutterstock

As empresas grossistas de produtos alimentares para hotelaria em Portugal registaram, em 2020, uma faturação de 950 milhões de euros, valor que representa uma queda próxima dos 30% face ao ano anterior, de acordo com o Observatório Sectorial da Informa D&B.

Os surtos da pandemia que continuam a afetar Portugal e outros países, nomeadamente países emissores de turistas, indiciam uma lenta recuperação da atividade, prevendo-se que, no final de 2021, o volume de negócios do sector se situe ainda aquém do valor registado em 2019.

 

Estrutura do sector

O número de empresas registadas na atividade de comercialização grossista de produtos de alimentação em Portugal era de 9.021, em dezembro de 2019, valor ligeiramente superior ao apresentado no final do exercício anterior.

As zonas Norte, que em 2018 albergava 2.751 empresas, Centro, com 2.338 operadores, e Lisboa, com 2.177, eram as que concentravam maior número. Nesse ano, no resto das zonas, localizavam-se menos de 750 empresas.

Mais de 90% das empresas tinham menos de dez empregados, sendo, em geral, de carácter familiar e com um âmbito de atuação regional.

Publicidade

empresas

57% das empresas ficaram aquém dos objetivos em 2020

Guia APED FIPA

FIPA e APED promovem informação ao consumidor