in

Ginásios: queixas disparam 111% nos últimos 12 meses

Uma análise do Portal da Queixa identificou um crescimento de 111% no número de reclamações dirigidas aos ginásios, nos últimos 12 meses, face ao período homólogo.

Entre o dia 1 abril 2020 e o dia 31 de março 2021, o Portal da Queixa recebeu 735 reclamações dirigidas aos ginásios, um aumento significativo comparativamente com o mesmo período homólogo, onde foram registaram 348 queixas. No período em análise, verificou-se que os principais motivos de reclamação partilhados pelos consumidores portugueses no Portal da Queixa, estão relacionados com pedidos de cancelamento de contrato (41%), cobranças indevidas (34%) e falta de apoio (13%).

Relativamente à variação do número de reclamações por mês, os três meses com o maior volume de queixas foram junho e julho de 2020, com 98 e 107 queixas, respetivamente, e fevereiro de 2021, com 107 reclamações. Maio de 2020 foi o mês com menos reclamações registadas (21).

Segundo apurou a equipa do Portal da Queixa, no que se refere às marcas e a sua variação do número de reclamações recebidas nos períodos em análise, verificou-se que, nos últimos 12 meses, o Fitness UP foi a entidade que registou o maior aumento face ao ano anterior (+381%), seguida do Solinca Light (+100%). O menor crescimento de reclamações pertence às marcas Fitness Hut (+35%) e ao Holmes Place (+49%). De referir ainda que, estas últimas destacam-se pela performance e resolução junto dos clientes, obtendo os melhores índices de satisfação, ambas acima dos 70 pontos (em 100). Também nas taxas de solução e de resposta às reclamações, as marcas Fitness Hut e Holmes Place lideram o ranking das melhores. O ginásio Fitness Hut regista uma taxa de resolução de 94,9% e uma taxa de resposta de 100%. O Holmes Place tem 85,2% na taxa de resolução e 100% na taxa de resposta.

 

Entidades com maior número de reclamações nos últimos 12 meses

Entidade Índice de Satisfação Variação do número de reclamações %  Reclamações
março 2020 – abril 2021
Reclamações
março 2019 – abril 2020
Fitness Hut 76,4 +35% 220 163
Holmes Place 74,1 +49% 58 39
Fitness UP 69,3 +381% 279 58
Solinca Light 58,3 +100% 48 24
Solinca Classic 53,3 +65% 100 59

 

Aumento de 82% face a 2020

Ao analisar as reclamações de 2021, desde o início do ano até 4 de abril, verificou-se que foram registadas 229 reclamações, um aumento de 82% face ao mesmo período de 2019, onde se registaram apenas 126 queixas. A análise permite verificar que 71% das reclamações apresentadas estão relacionadas com débitos indevidos de mensalidades (162).

Este ano, a liderar a tabela das marcas com maior número de reclamações está a marca Fitness UP, com 181 reclamações, representando 79% do total das queixas dirigidas aos ginásios, entre 1 de janeiro e 4 de abril de 2021.

 

Marcas com maior número de reclamações em 2021

Entidade Reclamações
2021 (%)
Reclamações
2021
Fitness UP 79% 181
Solinca Classic 8% 18
Fitness Hut 4% 10
Holmes Place 4% 8
Solinca Light 2% 4

(1 janeiro – 4 abril)

Publicidade

Tiago Oom

“O impacto da pandemia veio provar a urgente necessidade dos negócios darem o próximo passo na digitalização da sua atividade, por forma a tornarem-se mais resilientes”

Crusty Black Angus

Panidor lança snack salgado com carne Black Angus