in ,

Gastronomia asiática é a mais popular dos últimos 10 anos

Os dados de pesquisa do Google podem ser muito reveladores para a análise da evolução das tendências alimentares dos últimos 10 anos. Por isso, a empresa Sous Vide Tools, dedicada ao mundo da alimentação e tecnologia alimentar, utilizou dados da plataforma Google Trends para saber como os gostos alimentares mudaram na última década.

Os resultados revelam que a evolução dos consumidores é constante, algo que está relacionado ao modo como os alimentos são produzidos, a uma maior compreensão do que é nutrição, a uma maior globalização dos alimentos e à cultura gastronómica, entre outros aspetos.

De acordo com os resultados, e falando de cozinha internacional, a gastronomia de lugares exóticos, como a Coreia do Sul, experimentou um aumento significativo na sua popularidade nos últimos 10 anos. A cozinha coreana cresceu 163,17%, seguida pela culinária chinesa, com 95,4%, vietnamita, com 78,13%, mexicana, com 77,92% e turca, com 65,17%. As cozinhas internacionais mais tradicionais, como a francesa, experimentaram um crescimento lento, estabelecido em 18,4%, e as italiana, indiana e mediterrânea permaneceram estáveis, com um crescimento que variou entre 30% e 40%. As cozinhas britânica e marroquina sofreram declínios nos últimos 10 anos, respetivamente de 6,27% e 21,02%.

Os chamados superalimentos, considerados alimentos saudáveis, ricos em nutrientes e em antioxidantes, com muito do seu apelo a vir dos seus benefícios naturais, têm crescido significativamente em popularidade. As sementes de chia são o produto que mais cresceu desde 2009: 859,89%. Cúrcuma segue com um aumento de 431,88%, a couve galega com 300%, o kefir com 297,07% e o abacate com 226,19%.

Blockchain permitiu ao Carrefour aumentar as vendas

Chocolates Casa Grande chegam aos Estados Unidos da América e à Alemanha