in

Fnac abre primeiras lojas em África

A Fnac anunciou a futura abertura da primeira de duas lojas na região subsaariana, nomeadamente, em Abidjan, na Costa do Marfim.

Consciente do forte potencial de crescimento desta região e da genuína apetência de muitos destes países por artigos de eletrônica de consumo e cultura, a Fnac decidiu dar início ao seu desenvolvimento em África com a abertura – estimada entre dezembro e fevereiro próximo – de duas lojas em Abidjan. De modo a atingir estes objetivos, a insígnia irá apoiar-se na experiência e preponderância do Prosuma Group, um dos principais retalhistas costa marfinenses, com a questão linguística a ser tida em consideração nesta primeira abordagem ao continente africano.

As duas novas lojas irão disponibilizar a totalidade de produtos e serviços Fnac, tais como livros, CD’s, DVD’s, videojogos, bilhetes para espetáculos, tecnologia de consumo, telemóveis, HI-FI, fotografia, TV’s, jogos e brinquedos.

As novas lojas vão de encontro à estratégia de expansão internacional do Grupo, ao mesmo tempo abrem a porta a novas oportunidades para a insígnia numa região com elevado potencial de desenvolvimento.

A Fnac ambiciona expandir-se em África. Esta nova localização é relevante para a estratégia internacional do nosso grupo, ao permitir a entrada no continente africano através de uma presença física numa região de elevado potencial de crescimento e que irá trazer novas oportunidades de crescimento para o nosso grupo. Com isto em mente, a Fnac a irá abrir a primeira de duas lojas em Abidjan, com o suporte significativo do Prosuma Group, demonstrando, uma vez mais, toda a relevância do seu modelo de desenvolvimento baseado no franchising”, considera Alexandre Bompard, presidente e CEO da Fnac.

Publicidade

Oreo lança edição com manteiga de amendoim

Frize lança formato em lata