in

Exportações de vinhos portugueses crescem 13% no primeiro trimestre do ano

Foto Shutterstock

O primeiro trimestre foi positivo para as exportações de vinhos portugueses, em comparação com o mesmo período de 2020. De acordo com os dados divulgados pela ViniPortugal, registou um aumento de 13%, tendo ultrapassado os 200 milhões de euros.

É de salientar o crescimento das exportações nos mercados brasileiro (+38,5%), alemão (+21,21%) e belga (+16,16%). Em sentido contrário, os mercados angolano e japonês registaram decréscimos de, respetivamente, 31,87% e 13,5%.

Analisando o mercado europeu, a Finlândia foi o país que registou um maior crescimento percentual, aumentando 42,2% no primeiro trimestre (3,38 milhões de euros), seguida pela Polónia, que aumentou 37,74% (7,15 milhões de euros), Noruega com mais 32,21% (3,32 milhões de euros) e Dinamarca, com um aumento de 24,11% (3,57 milhões de euros).

Relativamente a países terceiros, destaque para as exportações de vinhos portugueses para o Brasil (+38,5%) e Reino Unido (+9,41%), representando 15,51 e 14,04 milhões de euros, respetivamente. Para a China, foram exportados 3,93 milhões de euros, um crescimento de 35,61% face ao primeiro trimestre de 2020.

Estamos bastante satisfeitos por sentir que o mercado voltou novamente a mexer. Este grande crescimento que se sentiu neste primeiro trimestre permite-nos avizinhar um ano de 2021 favorável, não só para a abertura de novos mercados, como para o crescimento progressivo das exportações para os nossos principais mercados”, afirma Frederico Falcão, presidente da ViniPortugal.

Publicidade

Persil Limpeza Activa

Persil lança novo conceito com foco em sustentabilidade

Concerto

Estudo europeu prevê novos “loucos anos 20” no pós-pandemia