Retalho
in ,

Expectativa de guerra de preços no final do ano

A Kantar está na expectativa de uma guerra de preços no sector do retalho espanhol, provavelmente para o final do ano. A ideia foi avançada por Florencio García, Iberia Retail & Petrol Sector Director da Kantar Worldpanel, durante a apresentação do estudo “O estado da distribuição em Espanha”, citado pela infoRETAIL.

No seu entender, a pandemia de Covid-19 obrigou os retalhistas a reequacionar a sua política promocional. “Haverá uma redução das margens, uma reorganização dos lineares com menos espaço, mais investimento em segurança. Se, além disso, houver uma guerra de preços, o sector ganhará complexidade e nem todos os operadores conseguirão aguentar”, avançou.

A partir de outubro, prevê-se um aumento da atividade promocional. A consultora antecipa que se algum distribuidor se posicionar de forma mais agressiva, possa desencadear uma guerra de preços no final do ano, com o objetivo de fidelizar o cliente. Tanto mais que, consequência da situação gerada pela Covid-19, os consumidores combinam cada vez mais as suas compras em distintos canais e insígnias.

 

Consolidação do omnicanal

Outra das conclusões do estudo é que a omnicanalidade consolidou-se em 2020, como resultado da aposta na proximidade. “O canal online já conseguiu gerar um certo hábito de compra. Uma parte dos consumidores que se iniciaram no comércio eletrónico durante o confinamento manteve-se”, sustentou.

El Corte Inglés, Carrefour e DIA foram as cadeias que obtiveram melhores resultados no canal digital em Espanha. Também insígnias regionais, como a Eroski e a Bon Preu, tiveram crescimentos importantes. Por seu turno, a Amazon começa também a protagonizar o sector alimentar, especialmente em Madrid e em Barcelona.

TikTok

Walmart entra no capital do TikTok Global

Garden Gourmet

Garden Gourmet lança nova receita