in

Espanha vai tornar-se no principal mercado da Luís Simões

Espanha vai ultrapassar Portugal e converter-se no principal mercado da Luís Simões, este ano. Assim o indicou José Luís Simões, presidente do grupo português de logística, numa entrevista ao jornal CincoDías.

Presente no país vizinho desde a década de 70, a Luís Simões acredita que 2019 será um ano decisivo, no seguimento do investimento de 40 milhões de euros, desde 2017, em novas instalações. “Madrid já é o maior centro de negócio de transporte logístico para a Luís Simões”, confirmou o responsável máximo da empresa portuguesa, que em 2018 faturou 244 milhões de euros, dos quais, 111 milhões de euros no mercado espanhol, num crescimento de 3%.

O mercado espanhol tem cerca de quatro vezes a dimensão do mercado português, mas, para que o ultrapasse, a Luís Simões terá de crescer a dois dígitos este ano. Algo que os responsáveis do grupo logístico acreditam ser possível, graças ao impulso que está a ser dado pelo novo centro em Guadalajara Este, inaugurado em março, após um investimento de 35 milhões de euros. Em 2020 vai somar-se um centro automatizado focado no e-commerce.

Singular 2018 da A&D Wines já está no mercado

The Glenlivet lança whiskey em cápsulas