in

Encostas de Melgaço Alvarinho 2020 vence Grande Medalha de Ouro

Mais de 150 vinhos premiados nos Melhores Verdes 2022

O Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo, foi palco da cerimónia de entrega de prémios do concurso Os Melhores Verdes 2022, que destacou um total de 157 vinhos da Região dos Vinhos Verdes, em 11 categorias distintas, distinguindo o vinho Encostas de Melgaço Alvarinho 2020 com a Grande Medalha de Ouro.

O concurso anual promovido pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), em ano de retoma dos eventos presenciais, escolheu Viana do Castelo pelo seu papel fundacional na história do vinho verde, já no século XVI, e pôde contar com a presença de Maria do Céu Antunes, ministra da Agricultura e Alimentação.

 

Edição 2022

A edição 2022 destacou, mais uma vez, a crescente aposta no potencial de guarda dos vinhos da região, com um aumento de 9% nas inscrições, em relação aos anos anteriores, na categoria Colheita igual ou inferior a 2019, assim como o ressurgimento da categoria Vinho Verde Avesso, pelo aumento do número de amostras a concurso. No caso das categorias Vinho Verde Branco e Colheita < 2019, a edição 2022 atribui dois prémios Ouro ex aequo.

A novidade desta edição foi a atribuição do Prémio Enoturismo, que sublinha o desenvolvimento da oferta turística da região, mantendo-se o destaque para A Melhor Vinha, uma distinção integrada no concurso com o objetivo de apoiar e promover a viticultura de excelência, premiando a sustentabilidade ambiental, social e económica das explorações.

O Prémio Excelência foi atribuído a Manuel Pinheiro, que este ano termina o mandato como presidente da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, após 22 anos de trabalho.

“O concurso Os Melhores Verdes é, já há vários anos, o momento alto do ano em que celebramos os melhores vinhos da região. Contudo, este ano, assinalamos dois pontos de relevo nesta cerimónia: a retoma dos eventos presenciais e um regresso a Viana do Castelo, cidade fundacional na história de mais de 114 anos do vinho verde. Contámos, desde o primeiro momento, com todo o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo e não podemos deixar de sublinhar a satisfação neste momento simbólico da região. Hoje, temos novos 157 motivos de orgulho para promover a região durante o próximo ano, dando expressão à excelente qualidade dos vinhos que fazem um caminho de valorização crescente, dentro e fora do país, chegando a mais de cem mercados em todo o mundo. Paralelamente, atribuímos, pela primeira vez, o Prémio Enoturismo, destacando uma aposta que tem vinho a fortalecer o território e a sua identidade, com espaços fabulosos que acolhem os visitantes, dando a conhecer o que aqui se produz”, refere Manuel Pinheiro.

 

Prova e júri

Em prova cega estiveram 218 amostras, entre as quais o júri destacou 13 vinhos na categoria Ouro e 12 na categoria Prata, com 131 referências a qualificar-se na categoria Honra. O total de 156 vinhos foi selecionado por um júri constituído por Luís Correia (Instituto Politécnico do Porto – Escola de Hotelaria), Elsa Pires e Ana Faria (Instituto dos Vinhos do Douro e Porto – IVDP), Daniela Almeida (Comissão Vitivinícola da Bairrada), três elementos da Câmara de Provadores da CVRVV (Maria José Pereira, Bárbara Roseira e Dária Ferreira), José João Santos e Marc Barros (Revista de Vinhos), Rui Miguel Graça (Correio do Minho) e António Catarino (TSF). A nível internacional, participaram Bruno Almeida (sommelier, Estados Unidos), Eduardo Araújo (sommelier e colunista, Brasil), Angela Aiello (apresentadora de televisão e rádio, jornalista e “wine educator”, Canadá) e Teresa Rodriguez (jornalista e sommelier, México).

Os premiados foram agrupados em 11 grandes categorias: Vinhos Verdes Brancos, Rosados, Tintos, de Casta, Colheita Igual ou inferior a 2019, Vinhos Verdes Alvarinho, Vinhos Verdes Avesso, Vinhos Verdes Loureiro, Espumantes de Vinho Verde, Aguardentes de Vinho Verde e Vinho Regional Minho. Os prémios Ouro e Prata foram atribuídos ao primeiro e segundo classificados em cada categoria e os prémios Honra aos restantes concorrentes com pontuação igual ou superior a 80 pontos.

 

Vencedores

Os Melhores Verdes 2022 | Grande Medalha de Ouro:

Encostas de Melgaço Alvarinho 2020

 

Os Melhores Verdes 2022 | Categoria Ouro:

Vinho Verde Branco | Quinta de Gomariz Grande Escolha 2021;

Vinho Verde Branco | Pecado Capital Escolha 2021;

Vinho Verde Rosado | Abcdarium Escolha 2021;

Vinho Verde Tinto | Quinta da Samoça Vinhão 2021;

Colheita < 2019 | Quinta de Linhares Reserva Avesso 2018;

Colheita < 2019 | Marquês de Lara Reserva Avesso 2017;

Vinho Verde Alvarinho | Encostas de Melgaço Alvarinho 2020;

Vinho Verde Loureiro | Quinta dos Encados Loureiro 2021;

Vinho Verde Avesso | Casa de Vilacetinho Superior Avesso 2020;

Vinho Verde de Casta | Quinta da Levada Azal 2021;

Espumante de Vinho Verde | Messala Bruto Alvarinho 2019;

Vinho Regional Minho | Nórtico Alvarelhão Rosado 2021;

Aguardente de Vinho Verde | Dona Paterna Aguardente Vínica XO Alvarinho;

 

Os Melhores Verdes 2022 | Categoria Prata:

Vinho Verde Branco | Zulmira Superior 2021;

Vinho Verde Rosado | Vale dos Santos Padeiro 2021;

Vinho Verde Rosado | Adega de Ponte da Barca Rosado 2021;

Vinho Verde Tinto | Quinta São Gião Colheita Seleccionada Vinhão 2021;

Colheita < 2019 | Via Latina Grande Reserva 2018;

Vinho Verde Alvarinho | Deu-la-Deu Reserva Alvarinho 2020;

Vinho Verde Loureiro | Pequenos Rebentos Escolha Loureiro 2021;

Vinho Verde Avesso | Quinta de Linhares Avesso 2021;

Vinho Verde de Casta | Casal de Ventozela Arinto 2021;

Espumante de Vinho Verde Branco | D. Sancho I Seco Branco 2021;

Vinho Regional Minho | Quinta D’Amares Alvarinho 2021;

Aguardente de Vinho Verde | Alvarinha Aguardente Vínica Velha Alvarinho;

 

Os Melhores Verdes 2022 | Prémio Enoturismo:

Solar das Bouças | Amares

 

Os Melhores Verdes 2022 | Prémio “A Melhor Vinha”:

Ouro | Monverde Wine Experience Hotel | Quinta da Lixa;

Prata | Quinta de Cabração | Aveleda;

Bronze | Quinta de Lourosa

 

Publicidade

guerra ucrânia

Banco Mundial espera que preços dos alimentos continuem elevados por vários anos

Lidl oferece comissões a quem ajude a identificar locais para novas lojas no Reino Unido