in

Economias em desenvolvimento devem impulsionar o mercado global de lacticínios e soja até 2020

O mercado global de produtos lácteos e soja passará de 617,9 mil milhões de dólares em 2015 para 773,4 mil milhões de dólares até 2020, o que representa uma taxa de crescimento anual de 4,6%, de acordo com a Canadean.

O último relatório da empresa afirma que este crescimento será impulsionado principalmente pelos mercados emergentes e em desenvolvimento nas regiões da Ásia-Pacífico (APAC), Médio Oriente e África (MEA) e Europa Oriental, em contraste com a Europa Ocidental e a América do Norte, cuja fragilidade económica resultou em riscos de crescimento mais fraco.

De acordo com Kiran Akkineni, analista da Canadean, “as preferências dos consumidores e padrões de compra em mudança, devido às mudanças socioeconómicas e demográficas, criaram uma nova dinâmica de mercado. Enquanto os mercados-chave da Europa Ocidental e da América do Norte testemunharam estagnação no consumo de leite aliado ao rápido crescimento dos produtos transformados e de soja, os países em desenvolvimento registraram um forte crescimento na procura de produtos lácteos devido ao seu consumo per capita bastante baixo”.

O consumo de leite na América do Norte está em declínio, já que os consumidores optam por bebidas alternativas, como sumos e água com infusão de vitaminas. Em contrapartida, o aumento do consumo per capita de produtos lácteos pela crescente população de classe média nos mercados em desenvolvimento nas regiões APAC, MEA e Europa Oriental impulsionará o crescimento no mercado de lácteos e soja.

A análise da Canadean revela que os consumidores nos mercados desenvolvidos tendem a basear as suas escolhas de bebidas no seu nível de personalização, se podem ser consumidas em qualquer lugar e se podem oferecer uma experiência nova. Os consumidores em países emergentes, incluindo Brasil, China e Índia, por outro lado, dão maior ênfase ao valor nutricional, seguindo as tendências de saúde e bem-estar. “Apesar destas diferenças regionais no consumo de bebidas, o valor continua a ser um fator diferenciador importante a nível mundial. Consequentemente, há um aumento considerável da procura por marcas de desconto e produtos de marca própria. O mercado global de produtos lácteos e de soja está altamente fragmentado, com as cinco principais marcas a reunirem menos de 6% de participação no mercado. Mengniu, Activia, Amul, Kraft e Yili foram as principais marcas por quota de mercado em 2015.

Publicidade

Kaufland lança estação de pick-up com temperatura controlada em Berlim

McDonald’s

McDonald’s foca-se nas entregas e em tecnologia ordering ahead