in

Dory Reserva Branco eleito melhor vinho do ano

A edição 2016 do Encontro com o Vinho e Sabores distinguiu o Dory Reserva Branco 2014, da AdegaMãe, com o Grande Prémio Escolha da Imprensa, que elege o melhor vinho branco a concurso.

Muitos produtores enviaram os seus melhores vinhos e tivemos as pontuações médias mais altas de que me recordo”, afirmou Luís Lopes, diretor da Revista de Vinhos, promotora do Encontro com o Vinhos e Sabores 2016, durante o anúncio dos vencedores.

Em outubro, na primeira apresentação deste vinho à imprensa, os enólogos da AdegaMãe, Anselmo Mendes e Diogo Lopes, partilharam desde logo a expectativa em torno desta colheita de 2014, um branco nascido de uma vindima muito equilibrada. Fermentado em barricas de 400 litros de carvalho francês, o lote integra duas grandes castas portuguesas, Viosinho e Alvarinho, e essa  referência internacional que é o Chardonnay, que no “terroir” AdegaMãe oferece “uma interessante expressão atlântica”. “Creio que demos mais um passo em frente com este vinho, no sentido de o afirmar como um dos melhores vinhos brancos portugueses no segmento”, dizia Diogo Lopes.

A marca Dory coloca-se definitivamente no top dos grandes vinhos brancos de Portugal. A nossa região tem um potencial extraordinário para a produção de vinhos brancos, sempre trabalhámos para cumprir esse potencial e é um orgulho enorme, ao fim de apenas sete anos, obter este reconhecimento num concurso que reúne os críticos de referência portugueses”, afirma Diogo Lopes.

Com o Grande Prémio Escolha da Imprensa, a AdegaMãe volta a chamar a atenção para a sua gama de vinhos brancos. Segundo o comunicado, “a capacidade em produzir vinhos diferenciadores, muito marcados pela mineralidade e influência atlântica característicos do ‘terroir’ do oeste, tem vindo a ser reconhecida como uma das melhores gamas de brancos produzidas em Portugal.

O Grande Prémio Escolha da Imprensa é, por outro lado, mais um importante marco para o projeto nascido no seio do Grupo Riberalves. Eleita Empresa do Ano no sector do vinho, em 2015, a AdegaMãe tem vindo a apresentar uma evolução consistente.  “Estamos a dar passos seguros, numa lógica de afirmação que, sabemos, implica tempo e dedicação para cumprir o potencial fantástico que nos é oferecido pela nossa região. Mas sempre afirmámos, de forma humilde, que cá estamos para cumprir todo esse potencial. Lisboa tem e merece uma grande região de vinhos e nós tudo faremos por contribuir para isso. O prémio que acabamos de receber é mais um impulso nesse sentido”, afirma Bernardo Alves, diretor geral da AdegaMãe.

Publicidade

Concentra comemora 50.º aniversário

APCV traz Master Beer Sommelier belga para formação do sector