in

DIA revê objetivos de vendas

O Grupo DIA reviu os seus objetivos, a médio prazo, considerando que o crescimento estimado para o período de 2021 a 2023, em maio de 2020, “não constitui atualmente uma referência válida”, tendo em conta “a evolução dos dados comparáveis dos últimos dois meses”.

No comunicado enviado ao regulador do mercado espanhol, não foram avançadas novas perspetivas de vendas. Recorde-se que estimava um crescimento entre 7% e 7,5% em 2021 e de 9% em 2023. O grupo explica que as circunstâncias atuais provocam um cenário que pouco tem que ver com o que existia quando os objetivos foram traçados, tanto em termos de vendas líquidas como comparáveis, destacando a desvalorização do real brasileiro e do peso argentino nos últimos 18 meses.

A DIA nota ainda, no que se refere às vendas comparáveis, que as compras de abastecimento em 2020, impulsionadas pelas restrições à mobilidade, derivadas da pandemia, em todos os mercados que opera, desvirtuaram as metas, uma vez que, na altura em que foram traçadas, não havia ainda uma noção concreta como iria evoluir a pandemia.

Publicidade

e-commerce

Novas regras do IVA em matéria de comércio eletrónico entram em vigor esta semana

Häagen-Dazs

Häagen-Dazs lança sabor a meloa para o retalho