in

DHL Express anuncia atualização de preços para 2019 em Portugal

A DHL Express anunciou a atualização de preços, a vigorar a partir de 1 de janeiro de 2019. Em Portugal, a atualização média de preços será de 3,9%, valor idêntico ao anunciado para 2018.

“A DHL Express tem investido significativamente na sua rede internacional, para responder às mais exigentes expectativas e oferecer um serviço de elevada qualidade aos seus clientes a nível global”, refere José António Reis, diretor geral da DHL Express Portugal. “O nosso objetivo é fornecer melhorias contínuas em qualidade para corresponder, ainda melhor, às necessidades dos nossos clientes. O ajuste anual de preços permite-nos continuar a fortalecer as nossas infraestruturas, assegurando as melhores soluções para os clientes, através da utilização de tecnologias inovadoras e processos individuais de entregas. Em particular, nas últimas semanas e meses, o nosso foco centrou-se em investir em expansões de hubs e novos gateways em muitos mercados e, assim, aumentar as capacidades de processamento de envios por hora e reduzir tempos de trânsito. Estamos sempre a trabalhar na atualização das nossas frotas aéreas regionais e intercontinentais, estamos a abrir novas instalações com tecnologias automatizadas de triagem e a introduzir soluções inovadoras de serviços de e-commerce para os nossos clientes em todo o mundo. Na DHL Express, continuamos a realizar todos os esforços para garantir os mais elevados padrões de segurança e sustentabilidade, de modo a cumprir os requisitos dos nossos clientes, parceiros e autoridades de transporte”, acrescenta. 

A DHL Express ajusta os seus preços anualmente, tendo em conta a inflação, a dinâmica cambial e outros custos crescentes, tais como as despesas relacionadas com o cumprimento dos regulamentos de segurança reforçada, em cada um dos mais de 220 países e territórios em que opera.

Os ajustes de preços irão variar de país para país, dependendo das condições locais, e serão aplicados a todos os clientes cujos contratos o permitam.

Publicidade

ASAE apreende mais de 8 toneladas de géneros alimentícios

ANIL volta a promover Concurso Queijos de Portugal