in

Contas da casa pesam em 26% dos gastos das famílias

Foto Shutterstock

Cerca de um quarto das despesas das famílias (25,7%), em 2020, foram feitas com a renda/prestação da casa, água, gás, eletricidade e outros combustíveis, mais 2,2 pontos percentuais face ao ano anterior, indica o Eurostat.

Em ano de pandemia, com a obrigação de ficar em casa, aumentaram também os gastos com a alimentação e bebidas não alcoólicas, cerca de 1,8 pontos percentuais, representando 14,8% das despesas, e com os equipamentos domésticos, num aumento de 0,5 pontos percentuais, representando 6% dos gastos.

 

Queda no consumo fora do lar

O Eurostat confirma também que as restrições impactaram outras rubricas, como, por exemplo, os gastos em hotéis e restaurantes, que evoluíram em sentido inverso ao do consumo no lar, caindo 2,7 pontos percentuais, assim como os transportes (menos 1,5 pontos percentuais) e o lazer e a cultura (menos 0,9 pontos percentuais). Estas categorias representaram, respetivamente, 6%, 11,6% e 7,8% dos gastos das famílias em 2020.

Em termos gerais, em 2020, as famílias europeias reduziram as suas despesas. Nos 27 Estados-membros, estas caíram 7,8% e na zona da moeda única encolheram 8,3%. Em Portugal, as famílias gastaram menos 11,7% do que em 2019.

Publicidade

tecnologia

10 grandes tendências de consumo para 2030 – o shopping híbrido

brandhero

BrandHero lança-se em Portugal com o objetivo global de apoiar 40 marcas