cartões
Foto Shutterstock
in

Consumo recupera no verão de 2021

O valor total das operações com cartões (compras físicas mais levantamentos na rede Multibanco) aumentou 12%, neste verão, em comparação com o ano passado e 3% face a 2019, revela a SIBS que, em parceria com o Turismo de Portugal, divulgou a terceira edição da infografia “As Férias em Portugal 2021”, onde é feito um retrato das operações realizadas por portugueses e estrangeiros.

Entre 1 de julho e 15 de setembro, o consumo realizado em Portugal deu sinais de retoma face a 2020, tendo já recuperado para níveis de 2019, o ano do último verão pré-pandemia, depois de o ano passado ter sido fortemente condicionado pelo contexto pandémico.

 

Cartões estrangeiros

No que se refere apenas aos consumidores portugueses, o valor das operações com cartão aumentou 9% em comparação com 2020 e 6% face a 2019. Mas foram os turistas estrangeiros a revelarem uma variação mais significativa: registou-se um aumento de 47% no valor das transações com cartões estrangeiros, no verão deste ano, face ao período homólogo, embora ainda a menos 18% dos valores registados em 2019.

De sublinhar, ainda, que o peso do valor das operações de cartões estrangeiros em Portugal no total de compras situou-se, este verão, nos 10%, sendo que em 2020 este peso não passou dos 7% e em 2019 estava nos 13%.

Entre as nacionalidades que mais viajaram para Portugal, os cartões franceses aparecem destacados, representando 33% de todas as operações com cartões estrangeiros, os espanhóis aparecem em segundo lugar, com 13%, e os britânicos em terceiro, com 11%.

Os portugueses também viajaram mais este verão, em comparação com 2020, com o valor das operações com cartões nacionais no estrangeiro a crescer 60%, mas ainda longe dos valores de 2019, com o consumo além-fronteiras ainda a menos20%.

 

 

Rede Multibanco

Analisando as compras físicas com cartão na rede Multibanco em sectores associados ao turismo (alojamento, lazer, restauração e transportes), também se nota uma aceleração do consumo, equivalente a mais 37%, em 2021, face ao verão do ano passado. Os gastos em Portugal nestes sectores já praticamente recuperaram os valores pré-pandemia, registando-se uma variação homóloga de apenas menos 1% no consumo face a 2019.

Olhando para o consumo nas regiões nacionais, no que refere a compras e levantamentos, destaca-se o aumento no consumo face ao verão de 2020 na Madeira (+26%), nos Açores (+19%) e no Algarve (+18%).

Com a exceção de Lisboa e Vale do Tejo, a tendência de recuperação no valor das operações verifica-se praticamente em todas as regiões, mesmo comparando o verão de 2021 com o de 2019, o que indicia uma retoma progressiva da economia e, ao mesmo tempo, uma adesão crescente dos consumidores a pagamentos por via digital.

Olhando para os concelhos com maior aumento homólogo no valor das operações, no verão de 2021, Porto Santo destaca-se na comparação com 2019 (+26%), sendo seguido por Santa Maria da Feira (+14%), Angra do Heroísmo (+13%) e Guimarães (+10%).

ALDI Portugal

Aldi Portugal aposta na marca própria com nova campanha

E-commerce

Marketplaces beneficiam da pandemia