in

Consumidores portugueses ligados às promoções

Os portugueses continuam ligados às promoções e, em particular, no que concerne à distribuição moderna. O preço e a marca são os critérios que mais valorizam. Estas são duas das principais conclusões do estudo de mercado levado a cabo pela Levelsource.

Face a dezembro de 2017 (data do último estudo), os inquiridos referem que aumentaram, uma vez mais, em número os seus atos/momentos de compra (de 87% para os atuais 89%), porque continuam a visitar mais do que uma loja (diferentes cadeias) para aproveitarem as promoções (de 80% para os atuais 83% dos inquiridos).

Os dias de compra preferidos são os fins-de-semana com (de 78% para os atuais 83%) e no período final de cada mês (de 80% para os atuais 89%). Contudo, os dias específicos de promoções, como Black Friday ou a época de saldos, superam os anteriores momentos, com 98% das preferências.

Nos seus atos/momentos de compra, os critérios que os consumidores mais valorizam são o preço (de 93% para 95%), a marca (de 89% para 90%) e a qualidade (de 88% para 89%).

Os consumidores preferem (de 92% para os atuais 94%) promoções de desconto imediato às promoções que envolvem quantidade.

O folheto promocional deve ser fidedigno e fiável (de 92% para os 95% atuais). Organizado por secção/categoria, com imagens dos artigos (88% para os atuais 90%), que exista nos pontos de venda e seja disponibilizado em local visível e de fácil acesso (93%).

Os artigos em promoção devem estar devidamente sinalizados (96%) e sem rutura de stock (98%).

47% dos inquiridos têm intenção incluir, já este ano, as compras online nas suas práticas.

Cushman & Wakefield revela os oito eixos logísticos da Europa no futuro

Plataformas logísticas vão acompanhar evolução tecnológica este ano