in

Comércio mundial de mercadorias recupera

Foto Shutterstock

O comércio mundial de mercadorias recuperou consideravelmente da queda abrupta registada no rescaldo da pandemia de Covid-19, embora ainda não seja claro se este crescimento se irá manter no futuro, mostram os mais recentes dados do barómetro da Organização Mundial do Comércio (OMC).

O aumento foi impulsionado por uma súbita subida dos pedidos de exportação. Contudo, os resultados menos promissores noutros sectores e o agudizar da situação pandémica poderão afetar, novamente, o comércio nos próximos meses.

 

Recuperação

Concretamente, o Barómetro do Comércio de Mercadorias situa-se nos 100,7 pontos, o que reflete uma clara melhoria face aos 84,5 registados em agosto, que traduziram o colapso do comércio e da produção no segundo trimestre, quando se procederam a encerramentos e restrições nas viagens para conter o vírus. “A última leitura indica uma forte recuperação do comércio no terceiro trimestre, à medida que se suavizaram os bloqueios, mas é provável que o crescimento desacelere no quarto trimestre, quando a procura reprimida de esgote e se complete a reposição de stocks”, assinala a OMC. “A incerteza relacionada com o comércio continua a ser alta. Uma segunda vaga de infeções por Covid-19 já está em curso na Europa e América do Norte, o que leva a novos bloqueios que poderão desencadear outra ronda de encerramentos de empresas e dificuldades financeiras”.

A última leitura do barómetro do comércio de mercadorias é coerente com o prognóstico comercial revisto da OMC de 6 de outubro, que previu uma diminuição de 9,2% no volume do comércio mundial de mercadorias em 2020. Este resultado requereria uma forte recuperação no terceiro trimestre após a descida de 17,2% registada no segundo trimestre.

Publicidade

Pantene

Pantene lança nova coleção Waterless

Álvarez Camacho Ovoplus_PT_

Álvarez Camacho apresenta Ovoplus