in

CHEP Portugal celebra 25 anos

A CHEP celebra, em outubro, 25 anos de presença em Portugal. Ao longo destes anos, alcançou mais de 800 clientes e 10 centros de serviço espalhados por todo o país, que permitem transportar cerca de 11 milhões de paletes por ano.

A entrada da CHEP no mercado português decorreu em 1993. A empresa, fundada na Austrália em 1945, veio implantar em Portugal o sistema de pooling, que se baseia na economia circular, no qual os produtos da CHEP são constantemente partilhados e reutilizados por toda a cadeia de abastecimento. Esta inovação veio revolucionar o sector da logística pelas soluções de transporte de produtos que ofereceu, permitindo uma maior poupança, simplicidade, otimização, segurança e sustentabilidade. “A inovação e sustentabilidade são dois dos focos da companhia, a nível global e local. Num mundo que necessita, essencialmente, de transportar mais com menos, a CHEP procura fazê-lo através de uma melhor utilização dos recursos disponíveis e de uma mudança de hábitos. Nesta ‘revolução’, todos os parceiros do ecossistema da cadeia de abastecimento têm um papel importante e a CHEP pretende liderar esta revolução através da inovação, contribuindo com soluções que ajudem os seus clientes a crescer de forma eficiente, tornando o mundo um lugar melhor e mais sustentável“, afirma Filipa Ferreira Mendes, recentemente nomeada Country General Manager de Portugal.

As soluções de transporte colaborativo da CHEP utilizam a extensa base de dados da companhia para criar sinergias que ajudem os clientes a partilharem os transportes entre eles, ajudando-os também a obter serviços de transporte improvisados e a utilizar camiões de forma mais eficiente. Graças a este programa, já utilizado por mais 200 clientes na Europa, 6,6 quilómetros vazios foram evitados e 6,5 toneladas de CO2 foram reduzidas no ano passado.

Outro resultado da posição privilegiada da CHEP é o Retail Index, que prevê a atividade do sector para o próximo trimestre, oferecendo uma visão clara do mercado e um melhor planeamento da procura.

O foco na sustentabilidade das soluções que a CHEP apresenta ao mercado é suportado no compromisso com o desenvolvimento pessoal e profissional dos seus colaboradores. Resultado dessa aposta é a certificação Top Employer Europe 2018. Segundo Filipa Ferreira Mendes, Portugal não é exceção. “Contamos com 24 colaboradores em Portugal e o nosso compromisso estende-se a todos eles, seja ao nível da formação, seja na possibilidade de poderem partilhar ativamente as suas experiências com equipas centrais e vice-versa“.

Um dos principais pilares da CHEP é o compromisso com a tecnologia. Um exemplo disto é o lançamento de uma meia palete com sensor inteligente, que permite que o consumidor receba alertas quando se aproxima da palete. São as chamadas Smart Promotions. Outro exemplo são as soluções de realidade virtual que permitem aos fabricantes ou distribuidores verificarem exatamente onde o produto está localizado em tempo real.

Para potenciar todos estes desenvolvimentos inovadores, o grupo Brambles criou a BXB Digital, com o objetivo de digitalizar a rede física do grupo e gerar dados analíticos que, em tempo real, levem a melhores decisões em loja, façam o rastreio de produtos frescos e ofereçam aos consumidores informação quantitativa e qualitativa dos seus produtos.

A digitalização também impactou os centros de serviço da CHEP: as paletes passam por uma inspeção cada vez mais automatizada, feita pela Automatic Digital Inspection (ADI), um sistema automático que se baseia na tecnologia de visão artificial, e por um processo de reparação feito pelo robô Klippa, que automatizou a reparação de paletes.

Publicidade

Adega de Monção conquista duplo ouro em Londres

Lucros da Jerónimo Martins crescem 2,4%