in

Carrefour regista perdas de 561 milhões de euros em 2018

O grupo francês Carrefour registou perdas de 561 milhões de euros no ano fiscal de 2018, 30 milhões de euros mais do que no ano anterior, o que representa um aumento de 5,6%, conforme anunciado pela empresa.

Como explicou em comunicado, esse montante inclui despesas financeiras líquidas de 262 milhões de euros e um resultado líquido negativo de 301 milhões de atividades já abandonadas, como a compra das 273 lojas, em 2014, pelo grupo espanhol DIA, que se concluiu em 2018. Excluindo-se esses itens não recorrentes, o resultado líquido ajustado foi positivo e ficou em 802 milhões de euros, registando um crescimento de 29% em relação ao ano anterior.

O Carrefour aumentou o seu volume de negócios global em 1,4%, em termos comparáveis, para 84.916 milhões de euros. Da mesma forma, o resultado operacional atingiu 1.905 milhões de euros, 101 milhões a menos que em 2017.

Por áreas, o resultado operacional em França caiu em 43,3% para 466 milhões de euros, o que a empresa atribui em parte ao impacto dos protestos dos coletes amarelos no último trimestre.

No resto da Europa, o  resultado operacional caiu 1,9%, para 664 milhões, enquanto na América Latina cresceu 7,2%, para 767 milhões, e na Ásia passou de quatro milhões de euros para 45 milhões de euros.

Como afirma Alexandre Bompard, presidente e CEO do grupo, “lançámos uma transformação sem precedentes em 2018. Os nossos resultados permitem-nos rever uma série de metas para 2022. Continuamos a revitalizar a nossa política comercial, com um forte impulso a favor do poder de compra e da qualidade dos alimentos.Estamos a adaptar os nossos formatos, especialmente os hipermercados, e a acelerar a implantação dos nossos formatos de crescimento e uma oferta de referência omnicanal. E continuamos a melhorar a nossa eficiência operacional. 2019 será um ano em que aprofundaremos as iniciativas do plano 2022, para melhor atender os nossos clientes“.

Publicidade

Publicidade

Schindler aumenta receitas globais para 9,6 mil milhões de euros em 2018

Europa chega a acordo sobre o transporte de mercadorias com o Reino Unido