in

Caminhos Cruzados apresenta vinho topo de gama

A Caminhos Cruzados, empresa produtora de vinhos de Nelas, acaba de apresentar ao mercado o Teixuga Branco 2013.

A marca acredita que, com esta nova referência, apresenta um vinho marcante que reflete de forma plena a essência do Dão. Foi feito de uvas oriundas das vinhas velhas da Quinta da Teixuga, muito reconhecida em Nelas, com predominância da casta Encruzado, e foram produzidas apenas cerca de 1.500 garrafas.

Este vinho estagiou 19 meses em barricas novas de carvalho francês e outros 12 em garrafa. Como resultado, surgiu um vinho branco com um aroma de grande intensidade e complexidade e ainda capacidade de envelhecimento. “É com muito orgulho que apresentamos o Teixuga. Esperámos muito tempo por este vinho e não podíamos estar mais satisfeitos com o resultado, que reflete o crescimento da empresa. Se o Titular representava um novo Dão, com o Teixuga quisemos ir de encontro ao Dão mais autêntico. A Quinta da Teixuga é muito conhecida na região pelas suas vinhas velhas, cujas uvas permitiram elaborar vinhos de excelência. Este vinho é a certeza de que estamos no caminho certo”, refere Paulo Santos, proprietário da Caminhos Cruzados.

“O Teixuga é o nosso topo de gama, vem de uma vinha absolutamente extraordinária que tenho o privilégio de conhecer muito bem. Sempre considerámos que o Encruzado da Quinta da Teixuga era a melhor uva da região. É um vinho que evolui muito dentro da garrafa, pelo que está sempre a surpreender, com uma elegância única”, acrescenta Manuel Vieira, um dos enólogos do projeto.

A Caminhos Cruzados nasceu em 2012 pela mão de Paulo Santos, empresário da área têxtil, que tinha o sonho de regressar às origens e colocar Nelas no mapa dos grandes vinhos do Dão. Os seus vinhos são feitos a partir de uvas de produção própria e de produtores selecionados, reconhecidos pela sua qualidade e excelência de castas, todos na região do Dão. A empresa situa-se no Dão, em Nelas, região que está protegida dos ventos pelas serras do Caramulo, Montemuro, Buçaco e Estrela, reunindo assim condições geográficas excelentes para a produção de vinhos.

No seu currículo, e com assinatura da equipa dos enólogos Manuel Vieira e Carlos Magalhães, surgem os vinhos Terras de Nelas, Terras de Santar e a marca bandeira da empresa, a gama de vinhos Titular, que ganha cada vez mais visibilidade a nível internacional. Estes vinhos têm merecido elogios por parte da crítica especializada, tendo arrecadado o prémio de Produtor Revelação de 2015 pela Revista de Vinhos.

Em 2014 teve início a construção da nova adega, na Quinta da Teixuga, também em Nelas, onde foi produzido o vinho que acabaram de lançar. A Caminhos Cruzados mantém a tradição e qualidade da região trabalhando as castas características desta zona: Touriga Nacional, Alfrocheiro, Jaen e Tinta Roriz, Encruzado, Bical e Malvasia Fina.

A Caminhos Cruzados está assente no mercado nacional, encontrando-se à venda por todo o país, inclusive nos Açores e na Madeira. A nível internacional, a empresa encontra-se já representada em países como Alemanha, Angola, Brasil, Canadá, China, França, Suíça, entre outros.

Publicidade

Grupo Cortefiel reabre Fifty Factory no Freeport

Alibaba investe em start-up de entrega de refeições